Sem categoria

Técnicos de enfermagem do Adriano Jorge protestam contra atraso de salários

Os técnicos renvidicam o pagamento de salários que estão atrasados desde fevereiro - foto: Asafe Augusto

Os técnicos renvidicam o pagamento de salários que estão atrasados desde fevereiro – foto: Asafe Augusto

Com carro de som e cartaz pedindo pagamento de salários atrasados, um grupo de técnicos de enfermagem do Hospital Adriano Jorge protesta na manhã desta segunda-feira (9) em frente à Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam), na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

A técnica de enfermagem Carmem Costa informa que já são três meses de salários atrasados, além do décimo terceiro que também não foi pago. Conforme a técnica, apenas alguns funcionários vem recebendo 25% do salário. “Estamos trabalhando todos os dias, mas não recebemos. Esta difícil dessa forma. O pior é que não temos nenhuma resposta do secretário de saúde”, disse.

O coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores de Hospitais Privados do Amazonas (SindPriv/AM), Alisson Zane, afirmou que o problema acontece desde dezembro do ano passado e, segundo ele, a Susam não dá sinais de quando os salários serão pagos. “Na realidade, isso vem se arrastando desde o fim do ano passado. E não temos retorno e nem solução. Isso é o verdadeiro golpe, pois os trabalhadores não têm nem vale-transporte”, disse.

O sindicalista destacou que técnicos de outros hospitais estão passando pelo mesmo problema. “Não é só no Adriano Jorge, mas também no Francisca Mendes, 28 de Agosto, João Lúcio, Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e muitos outros”.

O secretário de Saúde do Amazonas, Pedro Elias, afirmou que já está averiguando, junto às empresas terceirizadas, a situação dos pagamentos atrasados. De acordo com ele, o que pode ter ocasionado o repasse para o pagamento é a irregularidade na documentação de algumas empresas terceirizadas. “Estamos cientes, e já estamos fazendo um levantamento do que está impedindo o repasse para o pagamento dos salários”, disse o Secretário de Saúde.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir