Dia a dia

Técnico em refrigeração é preso suspeito de envolvimento em roubos a drogarias em Manaus

A prisão do suspeito ocorreu na manhã de ontem (3), por volta das 6h30, durante ação deflagrada por policiais civis - foto: divulgação

A prisão do suspeito ocorreu na manhã de ontem (3), por volta das 6h30, durante ação deflagrada por policiais civis – foto: divulgação

O técnico em refrigeração Alex Pereira da Silva, 26, envolvido em roubos a drogarias na capital amazonense foi apresentado na manhã desta quarta-feira (4), pela Polícia Civil. A prisão do suspeito ocorreu na manhã de ontem (3), por volta das 6h30, durante ação deflagrada por policiais civis da 5ª Seccional Centro-Sul, 12° e 23° Distritos Integrados de Polícia (DIPs).

De acordo com o delegado titular da 5ª Seccional Centro-Sul e delegado em exercício do 12° DIP, Alessandro Albino, a prisão ocorreu na casa onde o infrator morava, no beco São Vicente, primeira etapa do bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, em cumprimento a mandado de prisão preventiva em nome do infrator, expedido no dia 27 de abril deste ano, pela juíza da 6ª Vara Criminal, Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro.

Conforme Alessandro Albino, as investigações em torno do caso tiveram início há cerca de três meses, após representantes de uma rede de drogarias procurarem os servidores na delegacia para entregar imagens do circuito interno de segurança de unidades roubadas pelo infrator.

“A partir das imagens captadas pelas câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais, observamos que durante os roubos Alex estava sempre em posse de uma arma de fogo e usava as mesmas roupas. Também descobrimos que ele está envolvido em mais de 26 roubos a drogarias, totalizando um prejuízo de R$ 50 mil à empresa.  A maior parte das drogarias roubadas fica localizada em bairros da zona Centro-Sul, como Parque Dez de Novembro, Flores e Nossa Senhora das Graças”, explicou Alessandro Albino.

O delegado titular do 23° DIP, Juan Valério, disse que além de Alex, o irmão do infrator, Maurício Pereira da Silva, 20, e Gabriel dos Santos Barroso, 19, teriam participação nos crimes. Maurício continua foragido e Gabriel foi preso em abril deste ano pela prática do mesmo delito. A autoridade policial ressalta que todas as drogarias roubadas pertenciam ao mesmo grupo e que para o infrator a ausência de seguranças nos locais facilitava a prática ilícita.

“Alex argumentou que além da inexistência de segurança nos locais, muitos funcionários são do sexo feminino. O infrator tinha o hábito de roubar os mesmos tipos de produtos em todas as drogarias, como um creme para amenizar a aparência de cicatrizes, encontrado em grande quantidade na casa dele, além de cosméticos e itens de perfumaria.  Ele declarou que roubava o medicamento para uso próprio e vendia os itens de perfumaria”, argumentou o titular do 23º DIP.

Juan Valério disse ainda que Alex e Maurício são citados em aproximadamente dez inquéritos policiais por roubo. Alex foi indiciado por roubo qualificado. Após a realização dos procedimentos legais na delegacia, ele será levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir