Esportes

Técnico admite que Prass corre risco de ser cortado

O técnico Rogério Micale admitiu que goleiro Fernando Prass pode ser cortado da Olimpíada.


Logo após o amistoso deste sábado (30), ele disse que o palmeirense será submetido a um novo exame no cotovelo direito para definir a sua inscrição no torneio olímpico. O resultado será anunciado neste domingo (31).

O veterano goleiro não atuou no jogo em Goiânia. O jogador voltou a sentir fortes dores no cotovelo durante o trabalho de aquecimento com o goleiro Uilson no estádio Serra Dourada.

Ao deixar o vestiário após a vitória do Brasil sobre o Japão, Prass não deu entrevista.

“O que vai acontecer é que temos que passar por novo processo de reavaliação médica para saber se vai ser cortado ou não. Não tenho comprovação médica para falar se tem condição. Se vai passar por avaliação, logicamente algo aconteceu”, disse o treinador, sem dar detalhes sobre a situação.

Mais cedo, a CBF informara que o jogador treinaria normalmente na segunda (1), em Brasília.

O goleiro de 38 anos foi a surpresa da lista do treinador. Ele nunca havia sido convocado para a seleção.

Se Prass for cortado, Micale terá que convocar um novo goleiro. Alisson, da Roma, Jean, do Bahia, e Jordi, do Vasco, são os cotados.

Na segunda (25), o goleiro do Palmeiras deixou o treino em Teresópolis com dores no cotovelo, operado em 2014. Na época, Prass ficou fora do time por cinco meses.

Depois do amistoso, os jogadores da seleção ganharam uma folga. Eles só se reapresentarão na noite de domingo (31) em Goiânia. De lá, seguirão para Brasília.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir