Cultura

Teatros de Manaus recebem peças do Festival Curumim a partir desta quinta-feira

O espetáculo trará temas voltados para o público infantil, cujo texto vem diretamente do acervo de piadas e histórias que o artista acumulou durante os anos - foto: divulgação

O espetáculo trará temas voltados para o público infantil, cujo texto vem diretamente do acervo de piadas e histórias que o artista acumulou durante os anos – foto: divulgação

O Teatro da Instalação (Centro) inaugura o ciclo de apresentações do Festival Curumim de Teatro de Bonecos, nesta quinta-feira (29), às 19h, com os espetáculos ‘Oscarino e Peteleco’, do Amazonas, e ‘Frida’, da Cia. Theatral Goliardos, do Rio Grande do Sul. O acesso a todo o evento é gratuito e a entrada será organizada por meio de ordem de chegada do público nos teatros.
O festival é um lançamento da companhia de teatro Apareceu a Margarida e se estenderá até o dia 1º de outubro com, ao todo, sete apresentações de teatro de bonecos de Manaus (AM), Goiânia (GO) e Canela (RS).

Oscarino e Peteleco

O espetáculo ‘Oscarino e Peteleco’ fará as honras da casa, trazendo todo o bom humor do personagem que encanta gerações de crianças há 59 anos. Oscarino Varjão e seu célebre boneco foram homenageados neste ano pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC) e, no Curumim, receberão outra homenagem pela contribuição à arte da ventriloquia no Amazonas.
Oscarino vem uma história de luta e paixão pela arte de boneco, que atravessou fronteiras e percorreu algumas cidades brasileiras.

Frida

A peça gaúcha ‘Frida’, da Cia. Theatral Goliardos (Canela – RS), aborda a biografia de Frida Kahlo, famosa pintora mexicana. Logo após um acidente ocorrido entre o bonde onde estava e um trem, Frida tem o primeiro contato com sua madrinha: a morte. Esta lhe oferece repouso para a alma e descanso para o seu corpo tão torturado por inúmeras doenças.
Mas Frida é voluntariosa e não aceita de maneira nenhuma essa proposta. Ela quer viver, se tornar uma artista, e principalmente, casar-se com Diego Riveira, seu grande amor. À medida que o tempo passa a dor física, emocional e traições aumentam.

Vagas

Interessados ainda podem se inscrever e participar da programação acadêmica do Curumim, que é uma realização das oficinas de capacitação técnica e artística em artes cênicas – 2016, que é um projeto do Centro de Artes Cênicas da Funarte, através do seu setor de formação, pesquisa e memória.

Ela está dividida em dois módulos: O primeiro será ‘Fazendo o meu Boneco’, nos dias 28 e 29 de setembro, de 9h às 14h, no Palacete Provincial. Aos participantes, serão ensinadas técnicas de confecção de bonecos de manipulação para teatro. Desde a modelagem, utilização de materiais recicláveis (papelagem) até a pintura da cabeça e confecção da luva (corpo).

Também no Palacete Provincial, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, de 9h às 14h, a oficina com o módulo ‘Produção de Teatro de Bonecos’ trabalhará de forma prática e teórica sobre as etapas de construção de um espetáculo teatral na concepção do teatro de bonecos. Desde a criação do texto, projeto, confecção e utilização dos bonecos em cena, utilidade da cenografia, a importância da iluminação e uso da sonoplastia.

A parte acadêmica é orientada pelo artista e bonequeiro André Guedes, de Canela (RS), que também está em cartaz com duas peças no Festival Curumim. Cada módulo tem carga horária de 10 horas e deverá ter inscrição diferenciada para adesão. O interessado deve enviar mensagem para o número de celular 99331-7090 e efetuar adesão.

Mais apresentações

As apresentações passam a ocorrer no Largo de São Sebastião e no palco do Teatro Amazonas, a partir do dia 30 de setembro. Oscarino e Peteleco alegrarão o público das ruas, no Largo de São Sebastião, às 18h.

Já às 20h, a Cia. Trilhares, de Manaus, leva ao Teatro Amazonas a peça ‘Não Acredito, eles falam!’. O trabalho tem como linguagem o teatro de formas animadas e mergulha no mundo dos sonhos, onde tudo se transforma, ganhando vida e cor, na história do resgate de uma infância esquecida. Um quarto escuro, amizades inesperadas e objetos que ganham vida, tudo permeado pelos sonhos da menina Sabrina.

Na mesma noite e palco, a gaúcha Cia. Theatral Goliardos apresenta outro espetáculo de seu repertório para a plateia amazonense. Trata-se de ‘Marilyn Monroe: Um Desapontamento Triste na Face Delicada de um Sorriso’, com atuação e manipulação de André Guedes. A montagem apresenta uma dualidade: de um lado a boneca, que insiste que seu manipulador deve mudar o enfoque da peça para uma abordagem que coloque Marilyn Monroe como uma mulher comum, explorando a vida de Norma Jeane Mortenson, seu nome de nascimento.

Do outro, o bonequeiro, que deseja abordar o mito sexual Marilyn Monroe. Essa diferença de perspectiva entre os personagens em relação à abordagem da trama, traz fragmentos das poesias escritas pela atriz. Enquanto a boneca propõe um enfoque feminista, o manipulador não abre mão de explorar a história do maior mito do cinema mundial. Esse debate leva a confidências entre os personagens, conduzindo a um final surpreendente.

Sábado (1º)

O Largo de São Sebastião abre a programação do último dia do evento, neste sábado, às 18h, com a peça de Manaus voltada para o público infantil ‘A Turma do Utilixo’, da Cor e Ação Eventos. O Teatro Amazonas fechará a programação, às 20h, com a cerimônia de encerramento e prestação das homenagens aos artistas amazonenses Oscarino Varjão, Mayr Mendes e Cleyton Mady.

Diretamente de Goiânia, a peça ‘Plural’ encerra o ciclo de espetáculos da primeira edição do Curumim, também no Teatro Amazonas. O enredo é tecido pelas histórias de uma menina chamada Maria. Suas primeiras recordações remetem aos seus sete anos, onde se distraía brincando com uma boneca de milho no terreiro de sua casa, enquanto sua avó cozinhava no fogão a lenha e lhe falava pela janela.

A narrativa segue costurando memória em memória, fiando o universo rural ao urbano, bordando histórias vividas e sentidas, com seus encantos, medos, violências, coragens, lamentos e alegrias. Uma trama sempre tensionada entre o drama e a poesia, o trágico e o humor.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir