Dia a dia

Taxistas com problemas na documentação têm veículos apreendidos na Djalma Batista

Um táxi que estava com pneu careca e outro em que o condutor estava com trajes inadequados também foram apreendidos - foto: divulgação/SMTU

Um táxi que estava com pneu careca e outro em que o condutor estava com trajes inadequados também foram apreendidos – foto: divulgação/SMTU

Problema com a documentação dos condutores de táxi foi a infração mais frequente flagrada por fiscais de transporte em uma operação de fiscalização realizada pela Prefeitura de Manaus, sob a coordenação da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), na noite desta segunda-feira (25), na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul.

Durante a blitz, montada nos dois sentidos da avenida, próximo ao Manaus Plaza Shopping, 103 táxis foram abordados e 11 apreensões realizadas.

A apreensão de nove veículos estava relacionada ao ‘Carteirão’ – crachá de identificação do taxista – que, conforme a Lei 1.763 de 02 de setembro de 2013, é de porte obrigatório. De acordo com a legislação, tanto o permissionário como o condutor auxiliar, precisam manter o crachá em local visível. O crachá de identificação é renovado anualmente.  A fiscalização apreendeu táxis em que os condutores não apresentaram o ‘Carteirão’ ou que estavam com o mesmo vencido.

Um táxi que estava com pneu careca e outro em que o condutor estava com trajes inadequados também foram apreendidos. A liberação dos veículos ocorrerá após os problemas identificados pelos fiscais serem sanados.

O diretor de transportes Urbanos da SMTU, Fábio Pacheco, afirmou que a Divisão de Fiscalização da diretoria tem direcionado as operações a partir de denúncias. “Vamos fiscalizar todos os modais. Além dos táxis, temos fiscalizado o transporte de passageiros em veículos clandestinos”.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir