Dia a dia

Taxista é preso em Manaus por roubo de veículo; trabalho era utilizado para cometer crimes

Taxista utilizava veículo para cometer crimes em Manaus - foto: Luis Oliveira

Taxista utilizava veículo de trabalho para cometer crimes em Manaus – foto: Luis Oliveira

O taxista Altivo Nogueira Couto Júnior, 31, conhecido como ‘Júnior Nogueira’, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (14) pela Polícia Civil, suspeito de envolvimento no roubo de um veículo ocorrido no último dia 7 de setembro, na rua Dom João Sexto, bairro Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul da cidade.

Júnior foi preso em cumprimento a mandado de prisão na tarde de ontem (13), por volta das 16h, enquanto andava pela rua Quintino Bocaiúva, localizada no Centro de Manaus. O documento foi expedido no último dia 6 de outubro pelo juiz Henrique Veiga Lima, da 9ª Vara Criminal.

A ação policial foi deflagrada pela equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furto de Veículos (Derfv). De acordo com a delegada adjunta da especializada, Sandra Sodré, Altivo utilizava a profissão de taxista para, junto com o comparsa dele, identificado como Thiago Victor de Figueiredo Limeira, cometer crimes na cidade.

“Eles realizavam rondas em toda a região de Manaus. Em um desses passeios abordaram a vítima que estava em veículo modelo Golf parado no semáforo. Thiago desceu do táxi e anunciou o assalto. O carro foi localizado dois dias depois após o incidente, abandonado em via pública no bairro Japiim, Zona Sul, em situação de desmanche, sem bancos, acessórios e outras peças”, informou.

Altivo foi identificado, após o comparsa dele, Thiago, ser preso no dia 22 de setembro. Ele confessou em depoimento que o taxista prestava auxilio na prática de escolher as vítimas em via pública. “Em depoimento, Júnior revelou que foi a primeira vez que ajudou Thiago e que recebeu o valor de R$ 100 pela corrida”, concluiu a autoridade policial.

Na delegacia, o taxista foi indiciado por roubo majorado. Ele será encaminhado para o Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

Isac Sharlon
Portal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir