Esportes

Taça Amazônia reúne enxadristas de destaque

Com presença marcada do atual campeão brasileiro, mestre Everaldo Matsuura, competição iniciou ontem e vai até o domingo (16), no Clube de Xadrez Manauara. Torneio contará com aproximadamente 50 enxadristas locais e de Estados vizinhos

O coelhinho da Páscoa chegou mais cedo para os enxadristas do Amazonas. E ele não veio trazendo ovos de chocolate, mas sim uma competição reunindo grandes nomes da Região Norte e do país, como os grandes mestres Everaldo Matsuura e Neuris Delgado, ambos campeões brasileiros, além do mestre internacional sérvio Dragan Stamenkovic. A Taça Amazônia de Xadrez iniciou ontem, com aproximadamente 50 participantes e termina no domingo (16).

Com enxadristas locais e de Estados vizinhos, como Acre, Roraima, Amapá e Pará, a competição distribuirá R$ 2,5 mil em premiação. Pela terceira vez em Manaus, o campeão brasileiro Everaldo Matsuura, comemora a possibilidade de disputar a Taça
Amazônia de Xadrez.

“Me sinto honrado pelo convite. Tentarei passar algo a eles que adquiri nas últimas competições. Espero acrescentar ao torneio e que possam aprender com minha experiência. Vou tentar vencer, mas acho que o Neuris Delgado é favorito ao título”, disse Matsuura.

Bastidores

Segundo o vice-presidente do Clube de Xadrez Manauara, Rudson Peixoto, a competição tem como finalidade alavancar a modalidade no Estado e promovê-la como alternativa viável para escolas públicas.

“A principal intenção é voltar a fomentar o xadrez no Amazonas e tentar despertar nas autoridades locais a importância do esporte para a evolução pedagógica. O xadrez melhora o raciocínio educacional e flui o aprendizado de nossas crianças. Ouvimos muito falar de UFC e MMA, mas esqueceram do xadrez, que é eficaz no fortalecimento mental humano. Tem crianças, adolescentes e jovens que não podem participar das aulas de educação física e poderiam descobrir no xadrez uma maneira de se inserir no mundo competitivo. Não temos apoio para realizar estas competições. Não existe nenhuma inciativa municipal para o xadrez. A competição será bancada pela arrecadação das inscrições e o próprio clube vai premiar os vencedores”, destacou Peixoto.

Enxadristas locais

Os principais nomes na Taça Amazônia são: Renan do Carmo Reis, Andrei Neves e Pedro Jorge Moraes Pinto, que faturou 16 vezes o título amazonense, tornando-se o maior campeão estadual do Brasil.

O recordista mantém respeito pelos adversários, assume não estar em boa fase, mas afirma não querer ficar de
fora da festa.

“O Everaldo é muito meu amigo, fomos parceiros de quarto em viagens por competições nacionais, será uma honra enfrentá-lo. Estou sem ritmo de jogo, mas vou tentar retornar aos tabuleiros”, finalizou o supercampeão.

João Paulo Oliveira

EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

grupo
Subir