Esportes

Suspensão provisória de Neymar é de 1 jogo, diz Conmebol

Depois de informar, no fim da manhã, que Neymar estava provisoriamente suspenso por dois jogos, agora a entidade afirma que a suspensão provisória é por uma partida -a ser cumprida domingo (21), quando o Brasil enfrenta a Venezuela.

A pena ainda pode aumentar para duas partidas ou mais, mas vai depender de decisão do Tribunal Disciplinar da Conmebol, que abriu processo para investigar a expulsão do atacante contra a Colômbia, quando se envolveu em confusão após a partida.

A CBF tem até o meio-dia desta sexta (19) para apresentar a defesa, mas a decisão pode sair apenas no domingo (21).

Neymar recebeu o segundo cartão amarelo na competição no primeiro tempo da partida contra os colombianos, ao tocar a mão na bola. Já estaria suspenso contra a Venezuela.

Mas como recebeu o vermelho direto depois do fim do jogo, quando chutou a bola em Armero e depois se meteu em confusão com Bacca, pelo artigo 29 do regulamento da edição, deveria cumprir dois jogos de suspensão, no mínimo (um pelo acúmulo de amarelos, outro pelo vermelho direto).

A primeira informação dada pela Conmebol, via o site oficial da competição, era essa. Depois, mudou e afirmou que apenas a suspensão pelo amarelo está confirmada e que o gancho pelo vermelho vai depender da decisão do Tribunal de Disciplina, que é presidido por um brasileiro, Caio Rocha.

Rocha afirmou à reportagem que não pode existir o acúmulo das suspensões e que o texto no regulamento da Copa América leva à dupla interpretação. Como ele é brasileiro, ele não participará da decisão que poderá punir Neymar por mais partidas.

“Caso o tribunal entenda que o amarelo é anulado pelo vermelho, a suspensão automática cai e o Neymar poderá ser punido com apenas um jogo pela expulsão”, disse o presidente do Comite Disciplinar da Conmebol, Caio Rocha. Ele também é presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Já o procurador do STJD, Paulo Schmit, acredita que Neymar vai pegar no mínimo duas partidas de suspensão. “O regulamento é claro no meu entender. O segundo amarelo é mantido. Neymar também pode pegar até mais de um jogo pela agressão”, disse Schmit, que não integra o Comitê Disciplinar do STJD.

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir