Política

Suspensão do processo da Fundação Nokia repercute na política local

A fundação divulgou em sua rede social que o processo seletivo 2016 para o ensino médio técnico está suspenso por tempo indeterminado - foto: reprodução

A fundação divulgou em sua rede social que o processo seletivo 2016 para o ensino médio técnico está suspenso por tempo indeterminado – foto: reprodução

A suspensão do processo seletivo para ingresso na Fundação Nokia foi motivo para deputados e vereadores de Manaus lamentarem sobre o possível encerramento das atividades da instituição no Estado. Na última segunda-feira (28), a fundação divulgou em sua rede social que o processo seletivo 2016 para o ensino médio técnico está suspenso por tempo indeterminado, além das matrículas para o ensino médio particular, que não serão abertas para alunos do primeiro ano.

Segundo o deputado Serafim Corrêa (PSB), o encerramento é uma perda para os estudantes. Corrêa disse ainda que irá buscar ajuda no governo do Estado e na Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para que a instituição continue a funcionar.

“Faço um apelo que o governo, Suframa, Microsoft e órgãos ligados à educação, não deixem a Fundação Nokia fechar. Será uma perda imensurável”, disse.

Já na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Álvaro Campelo (PP), foi quem comentou o assunto. “Quem conhece a história da instituição sabe da sua importância educacional, e sabe também que muitos profissionais de reconhecida capacidade foram formados nas salas de aula da Fundação Nokia”, salientou.

Em nota, a empresa informou que irá divulgar novas informações conforme necessidade e pediu ainda a compreensão de todos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir