Dia a dia

Suspeito de integrar quadrilha de ‘piratas do rio’ é preso com drogas e armas na Zona Leste de Manaus

Em janeiro de 2013, Roberto foi preso acusado de integrar uma quadrilha de piratas do rio - foto: Arthur Castro

Em janeiro de 2013, Roberto foi preso acusado de integrar uma quadrilha de piratas do rio – foto: Arthur Castro

Suspeito de participar do roubo à residência do ex-deputado e empresário Francisco Garcia, em outubro do ano passado, e de integrar uma quadrilha de piratas do rio, Roberto Campos Palmeira, o ‘Palmeira’, 37, foi preso na tarde de ontem, com armas, drogas e munições. A prisão foi realizada na rua Galileia, bairro Nossa Senhora de Fátima, Zona Norte. Outras duas pessoas foram capturadas, suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas.

O tenente da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Aldivan Rodrigues, informou que durante patrulhamento suspeitou de um veículo modelo Etios, cor prata e placa NPB 9624.

“Fizemos uma abordagem no carro, onde estava Paulinho Henrique da Silva, 22, que aguardava um amigo que havia entrado em um beco. Esperamos no local, quando veio Alfredo Pedro da Silva Neto, 27, na companhia de um garoto de 6 anos, que nos levou até Roberto. Ao se deparar com nossa equipe, ele tentou fugir pulando os muros de algumas casas, mas foi capturado”, explicou.

Ainda durante a ação, os policiais seguiram em diligências à casa de Roberto, onde foram encontrados um quilo de pasta-base de cocaína, 19 munições calibre 12, cinco munições calibre 38 e um revólver calibre 38.

“Achamos a droga na gaveta do guarda-roupas e a arma na parte superior do móvel. Roberto ainda afirmou que tinha uma arma calibre 12 em seu sítio no quilômetro 135 da AM-010, o qual fomos lá e apreendemos. Além dele capturamos Paulinho e Alfredo, todos encaminhados ao 15º DIP para os procedimentos”, destacou o militar.

Em janeiro de 2013, Roberto foi preso acusado de integrar uma quadrilha de piratas do rio. Com ele a polícia apreendeu três espingardas calibre 12, dois revólveres 38 e uma pistola 380. Já no roubo à casa do empresário Francisco Garcia, ele e mais três suspeitos, encapuzados, renderam funcionários e familiares e levaram, aproximadamente, R$ 40 mil e joias. Segundo a polícia, o roubo rendeu R$ 320 mil ao grupo.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir