Dia a dia

Suspeito de comprar votos em Boa Vista do Ramos é detido pela polícia; prática é crime eleitoral

Os PM’s decidiram fazer uma revista e com ele foi encontrado, no total, R$ 1.085 em espécie - foto Divulgação

Os PM’s decidiram fazer uma revista e com ele foi encontrado, no total, R$ 1.085 em espécie – foto Divulgação

Policiais do 3º Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Boa Vista do Ramos (distante 269 km de Manaus em linha reta), detiveram, na terça-feira (27), um homem, identificado como Nubson Pereira Vieira, 30, por prática de crime eleitoral. Segundo denúncias, o homem estaria, supostamente, comprando votos para um candidato à Prefeitura do município.

De acordo com a equipe de policiais, foi feita uma denúncia onde estaria ocorrendo uma distribuição de dinheiro no bairro Monte Sião. Segundo a informação recebida pela polícia, o pagamento ilegal estava sendo realizado nas dependências de um pequeno comércio.

O tenente Rherondy Aranha informou que ao chegar no local indicado, um homem estava reunido com várias pessoas. Ao ser questionado sobre a aglomeração, Nubson respondeu que todos aguardavam um ônibus. Nesse momento, ele ficou nervoso e jogou no balcão do comércio um pacote com dinheiro.

Os PM’s decidiram fazer uma revista e com ele foi encontrado, no total, R$ 1.085 em espécie – que supostamente seria entregue para os eleitores em troca de votos para o candidato à prefeitura de Boa Vista do Ramos, que não teve o nome revelado.

Nubson negou que estava comprando votos das pessoas, mas admitiu que trabalha na campanha do candidato – que seria concorrente do atual gestor municipal. Ele foi detido para prestar esclarecimentos. Mas, segundo o tenente, algumas pessoas que estavam no mercadinho confirmaram a prática ilegal.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir