Sem categoria

Suspeita de bomba em escola no Jorge Teixeira 3 assusta comunidade

O artefato foi encontrado por trabalhadores de uma obra na Escola Municipal Themístocles Pinheiro Gadelha, localizada na Zona Leste - foto: Ione Moreno

O artefato foi encontrado por trabalhadores de uma obra na Escola Municipal Themístocles Pinheiro Gadelha, localizada na Zona Leste – foto: Ione Moreno

A suspeita da existência de um artefato explosivo nas dependências de uma unidade educacional na Zona Leste de Manaus assustou a comunidade na redondeza, durante a manhã desta segunda-feira (13).

Conforme relatos, o artefato metálico em formato cilíndrico, aparentando ser uma bomba, foi encontrado por trabalhadores de uma obra na Escola Municipal Themístocles Pinheiro Gadelha, localizada na rua Cupiúba, bairro Jorge Teixeira 3.

De acordo com informações de um funcionário da construção civil, identificado por Hudson Jacinto, o objeto foi encontrado durante a manutenção no telhado. O objeto rolou e caiu no chão, e assustou os trabalhadores, pois possuía um formato diferente com características de uma bomba.

“Tinha um pavio e estava em formato cilíndrico. A gente se assustou e chamou os responsáveis que acionaram a polícia. A PM pediu que mandassem uma foto por WhatsApp e, ao confirmar que podia se tratar de um objeto explosivo, acionou o Marte”, disse.

Após se depararem com o objeto, os trabalhadores – que iriam realizar um reparo no telhado da escola – acionaram a 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que isolou a área.

O sargento Irailton Costa, da 9ª Cicom, solicitou aos docentes uma fotografia do objeto e em seguida enviou aos policiais do Grupo de Manuseio de Artefatos Explosivos (Marte), que se deslocou para atender a ocorrência.

Os policiais solicitaram a evacuação do prédio e também dos comércios vizinhos à escola. Um trecho de aproximadamente 200 metros foi isolado, por medida de segurança.

Por volta das 11h, o grupo Marte chegou à escola e retirou a suposta bomba, para fazer a desativação.  Ainda não há informações sobre quem poderia ter deixado o objeto no local encontrado.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que o objetivo suspeito – de fabricação caseira – foi encontrado por funcionários de uma empresa que iria fazer uma obra no muro da escola. Conforme a Semed, as aulas no turno matutino foram mantidas e apenas a área onde se encontrava o artefato foi isolada.

Com informações de Michelle Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir