Dia a dia

‘Sucessor’ de João Branco no Mauazinho e mais seis pessoas são presas em operação da Seai

O grupo foi atuado por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação criminosa - foto: divulgação/PC

O grupo foi atuado por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação criminosa – fotos: divulgação/PC

Sete pessoas foram presas e um adolescente apreendido na manhã desta segunda-feira (12), durante a operação ‘Mauá’ deflagrada pela Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), com apoio da Polícia Civil no bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus.

Entre os presos está, Melkzedeque Monteiro de Oliveira, 30, conhecido como ‘Melk’, chefe do tráfico de drogas no Mauazinho. Ele, segundo, a polícia assumiu o comando do tráfico no bairro no lugar do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, que atualmente cumpre pena no Presídio Federal de Catanduvas, no Estado do Paraná.

‘João Branco’ cresceu e morava no Mauzinho onde criou o império do tráfico, mas após assumir uma das lideranças da facção criminosa Família do Norte (FDN), ‘Melk’ assumiu o tráfico no bairro.

Os outros presos da operação são a mulher de ‘Melk’, Leilane de Souza dos Santos, 29, Wellington Pinto da Silva, 27, conhecido como ‘Testa’, que estava foragido do semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), Madson Luiz Ferreira Costa, o ‘Arigó’; Lucas Alexandre de Souza Mendes, 20, vulgo ‘Cabeça’;  Francilon Andrade de Souza, 22 e Wilisses da Silva Costa, 28, além de um adolescente de 16 anos.

De acordo com o delegado Mário Paulo Telles, representante da Seai, as investigações duraram aproximadamente quatro meses. A operação teve cumpriu cinco mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão, expedidos pelo juiz João Marcelo Nogueira Moysés, da 4ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (4ª Vecute), no dia 1º de julho.

operacao-2-pc

Mario Paulo Telles, informou ainda que ‘Melk’ recebia ordens de ‘João Branco’, mesmo ele estando preso em presidio federal de ‘segurança máxima’.

Os trabalhos contaram com apoio dos policiais civis lotados no 29º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), e policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).

Durante os trabalhos foram apreendidos com o bando R$ 10,5 mil em espécie; uma pistola calibre 380 com cinco munições; uma pistola calibre 9mm com 25 munições; três espingardas calibres 12; um revólver calibre 38 com quatro munições e uma submetralhadora, aproximadamente dois quilos de cocaína, além de quatro porções grandes de oxi.

O grupo foi atuado por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação criminosa. Após os procedimentos eles serão levados para uma das unidades prisionais da capital.
O adolescente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai), no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste.

Por Mara Magalhães

Colaborou Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir