Política

STJ nega pedido da defesa e mantém Fernando Baiano preso

A Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou, nesta terça-feira (12), um pedido de habeas corpus feito por Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB no esquema de corrupção da Petrobras.

A defesa de Baiano, que está preso desde novembro na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, alegou ausência de provas que justifiquem a detenção.

Além disso, seus advogados afirmaram ainda que a prisão preventiva tem como real objetivo pressioná-lo a firmar um acordo de delação premiada.

Relator dos casos relacionados à Operação Lava Jato no STJ, o magistrado Newton Trisotto destacou que há fortes indícios da participação de Baiano no esquema.

 

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir