Política

STF autoriza quebra de sigilo de ex-deputado do PP

Relator dos inquéritos relacionados à Operação Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Teori Zavascki autorizou, nesta quinta-feira (14), a quebra do sigilo bancário do ex-deputado federal João Alberto Pizzolatti Junior.


A decisão do ministro atende à solicitação feita pela Polícia Federal, protocolado no último dia 7. O despacho, assinado nesta quinta, é de caráter sigiloso.

A advogada de Pizzolatti, Gabriela Peixoto, confirmou a medida tomada por Teori.
“Nós íamos colocar o sigilo dele à disposição, mas acabou sendo quebrado hoje”, afirmou Gabriela.

Pizzolatti, ex-deputado do PP por Santa Catarina, foi apontado pelo doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa como um dos beneficiários da partilha da propina do esquema de corrupção na estatal.

De acordo com Costa, um dos delatores do esquema, Pizzolatti ficava com uma fatia dos valores de propina pagos aos quadros do PP.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir