Dia a dia

SSP-AM reforça serviço de denúncia 181

Todas as denúncias são encaminhadas para as Polícias Civil e Militar - foto: divulgação

Todas as denúncias são encaminhadas para as Polícias Civil e Militar – foto: divulgação

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) está reforçando o trabalho de divulgação do serviço de denúncia ‘Disque 181’ junto à população, principalmente do interior. A ideia é que todos saibam a importância desta parceria com o Sistema, para diminuir, cada vez mais, as ocorrências de crimes que incomodam o cidadão, na rua onde ele reside, no bairro, na área ou na cidade.

Conforme dados da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da SSP-AM, entre janeiro e maio deste ano, já foram registradas mais de cinco mil denúncias feitas pela população, sendo a maioria sobre tráfico de entorpecentes, roubos e furtos e sobre a violência doméstica. Entre as áreas com maiores incidências de denúncias estão as zonas Norte e Leste de Manaus.

Todas as denúncias são encaminhadas para as Polícias Civil e Militar e para a Corregedoria do Sistema, para que as informações recebidas sejam analisadas e iniciem os processos de investigação dos casos e mesmo de distribuição do policiamento ostensivo de acordo com as áreas mais necessitadas.

Segundo a secretária executiva adjunta da Seai, Tâmera Maciel, o trabalho conta com o apoio da população, sem colocar em risco a vida de quem denuncia. “Quem denuncia tem suas informações e identidade mantidas em total sigilo. Portanto, a pessoa tem a liberdade de denunciar qualquer tipo de crime que esteja tirando a sua paz e prejudicando sua família. A população pode confiar que esse serviço é seguro e que vai propiciar um maior nível de segurança”, destacou.

Neste ano, o trabalho realizado por meio do disque-denúncia resultou na prisão de um dos líderes da facção criminosa denominada Família do Norte (FDN), chamado Erick Leal, conhecido como CD, no último dia 19 de maio.
Para a polícia, ele assumiu o posto de líder da FDN após a prisão do narcotraficante, João Pinto Carioca, conhecido como ‘João Branco’, realizada pela Polícia Federal em fevereiro deste ano. As equipes policiais chegaram até Erick por meio de denúncia anônima feita pelo disque 181.

Interior
A capital ainda lidera o número de denúncias recebidas pelo Disque 181, mas, atualmente, o Sistema de Segurança Pública do Amazonas trabalha para conscientizar, também, o cidadão que reside no interior do Estado, de que ele pode contar com o serviço, exatamente do mesmo modo como ocorre na capital. A mesma estrutura de investigação que o Sistema disponibiliza para Manaus, alcança os demais municípios do Amazonas, assegura a secretária executiva adjunta da Seai, Tâmera Maciel. Ela alerta a população do interior, ainda, para a confiabilidade do serviço.

“As denúncias feitas pelas pessoas do interior são poucas. Por isso, queremos que todos conheçam esse canal para termos uma maior interação entre a Polícia e a população para melhorar a atuação da segurança nessas localidades. Seja qual for o município, nossa central vai receber as denúncias e realizar os mesmo procedimentos que são feitos na capital”, explicou.

O Disque-denúncia 181 funciona todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados, das 7h30 às 22h. A população ainda pode acionar o serviço pela Internet, por meio do site: www.ssp.am.gov.br, no link “Fale Conosco”, ou pelo email: 181@ssp.am.gov.br.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir