Dia a dia

SSP-AM anuncia ‘Operação Catraca’ para coibir assaltos nos coletivos

SSP-AM anuncia 'Operção Catraca' para reduzir criminalidade nos coletivos de Manaus - foto: Josemar Antunes

SSP-AM anuncia ‘Operação Catraca’ para reduzir criminalidade nos coletivos de Manaus – fotos: Josemar Antunes

Com intuito de coibir as ações criminosas em ônibus do transporte coletivo de Manaus, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) anunciou, no início da tarde desta terça-feira (5), na sede do órgão, na Zona Centro-Sul, o lançamento da “Operação Catraca”.

A operação tem o objetivo formular medidas que serão tomadas por meio da Polícia Militar para intensificar a segurança nas principais vias e pontos de ônibus de todas as Zonas da capital amazonense.

O secretário ressaltou que o problema  é grave, mas as policias militar e civil irão amenizar a criminalidade nos coletivos e pontos estratégicos da capital

O secretário ressaltou que o problema é grave, mas as policias militar e civil irão amenizar a criminalidade nos coletivos e pontos estratégicos da capital

De acordo com o secretário da SSP-AM, Sérgio Fontes, haverá reforço do policiamento móvel como também aumento da Polícia Militar nas abordagens com o propósito de reduzir os altos índices de criminalidade que tem ocorrido dentro dos coletivos da capital nos últimos meses.

“Estes tipo de criminosos são viciados e envolvidos com as drogas, mesmo sendo difusos, esses assaltantes são muito perigosos quando estão armados. Em um espaço confinado nos coletivos, suas ações podem causar consequências gravíssimas, mesmo com a intervenção policiai”, argumentou o secretário Sérgio Fontes.

Fontes ressaltou ainda que o problema  é grave, mas as policias militar e civil irão  intensificar as ações de combate à criminalidade em pontos estratégicos com maior incidência de crimes.

“Com um número de viaturas ainda maior para o patrulhamento ostensivo, com certeza não iremos acabar, mas vamos inibir, com a presença da polícia, esta prática que vem atormentado a sociedade”, comentou Fontes.

Segundo a SSP-AM, até a próxima sexta-feira (8), mais 20 viaturas irão compor o patrulhamento da PM e mais 100 serão entregues até a  próxima semana.

Ao todo, a Polícia Militar deve contar com 600 viaturas para o patrulhamento ostensivo, como também outras viaturas descaracterizadas, que ainda estão em processo de licitação do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), também devem fazer parte da Operação Catraca nas ruas da cidade.

Reestruturação do Ciops

Durante a coletiva na sede da SSP-AM, Sérgio Fontes informou que o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) passa por nova reestruturação para o aperfeiçoamento de vigilância contra atos criminosos na cidade. Entre os novos projetos, está a implantação da redes privadas que irão aumentar o poder da Polícia Militar nas fiscalizações na cidade.

Operação Catraca

A operação Catraca teve início na última segunda-feira (4), e conforme a SSP-AM, as abordagens estão acontecendo durante a manhã, a tarde e a noite. Barreiras estão sendo montadas nas principais vias da capital.

A ação visa o combate a criminalidade e tem o apoio da Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), sob a titularidade do delegado Adriano Félix.

“Vamos reduzir este tipo de criminalidade na cidade, nossa estratégia é tirar de circulação estes criminosos e garantir uma tranquilidade de paz a sociedade”, disse o delegado.

Ao todo, a SSP-AM prendeu de janeiro a maio, 44 infratores que haviam cometido assaltos nos coletivos em comparação ao ano anterior que foram presos 91.

Dados da SSP-AM apontam que o maior número de ocorrências de roubos em transporte coletivos acontece nos períodos da tarde e noite, sendo a maior incidência nas zonas norte e leste da capital amazonense.

SSP-AM reforça segurança nas fronteiras

A SSP-AM irá intensificar a fiscalização de segurança nas cidades de Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira e Boca do Acre, que fazem fronteiras com países vizinhos. Essas cidades irão contar com Centros Integrados de Comando e Controle Móveis (CICCs), onde serão disponibilizados veículos adaptados com tecnologia embarcada para dar mais eficiência nas ações de segurança pública da Polícia Civil e Militar.

 

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir