Esportes

Sport bate Cruzeiro no Mineirão e torcida mineira pede volta de Mano

O Cruzeiro voltou a sofrer uma derrota no Mineirão. Na despedida do estádio para os Jogos Olímpicos, a equipe foi derrotada pelo Sport por 2 a 1, com dois gols de Rogério, na 16ª rodada do Brasileiro. O revés foi o estopim para a torcida, que se manifestou contra Paulo Bento e em prol da volta de Mano Menezes.

Com o resultado, os mineiros permanecem na zona de rebaixamento da competição nacional. O time do técnico português ocupa a vice-lanterna, com 15 pontos, dois a menos que o Santa Cruz, primeiro fora do grupo de descenso. Os pernambucanos, por outro lado, chegam à 14ª posição, com 18 pontos.

O melhor: Rogério decide para o Sport

Rogério não é centroavante e nem um exímio finalizador. Contudo, na vitória sobre o Cruzeiro, neste domingo, em pleno Mineirão, o atacante foi o artilheiro do confronto. Ele marcou dois gols em duas finalizações tentadas no Gigante da Pampulha. O dono da camisa 90 foi o principal nome do confronto com sobras. Diego Souza também fez uma partida consistente, mas não com o mesmo brilhantismo do colega de time.

O pior: Léo falha nos dois gols do adversário

O zagueiro cometeu falhas nos dois gols marcados por Rogério. No primeiro lance que acarretou em gol do atacante, a bola quicou na frente do defensor, que não conseguiu fazer o corte. Na jogada do segundo gol, o atleta deixou Everton Felipe costurar e até deu o bote, mas foi facilmente fintado pelo meio-campista do time pernambucano.

Paulo Bento se torna alvo de críticas da torcida

As críticas ao treinador do Cruzeiro são cada vez mais frequentes. Na derrota para o Sport, neste domingo, o treinador teve que escutar os gritos de “burro” e “adeus, Bento” vindos das cadeiras do Mineirão. A lua de mel dos cruzeirenses com o comandante europeu definitivamente acabou.

Mano Menezes é pedido pela torcida

Técnico do clube até dezembro do ano passado, Mano Menezes foi pedido pelo público presente no Gigante da Pampulha. O treinador deixou a Toca da Raposa II para defender o Shandong Luneng, da China, e hoje está sem clube. A torcida sente falta do técnico gaúcho e crê que ele pode auxiliar o time a se estabilizar no Brasileirão.

Cruzeiro peca nas finalizações e perde novo jogo em casa

O Cruzeiro até teve volume de jogo. Os homens de frente chegaram com frequência ao ataque, mas os erros de finalização foram ainda mais constantes. Willian, Giorgian De Arrascaeta e Ramón Ábila desperdiçaram boas chances. Para se ter ideia, antes de sofrer o gol, a equipe chutou oito vezes na direção da meta defendida por Magrão, mas sem eficiência. O mandante só conseguiu balançar a rede nos minutos finais. Willian marcou em rebote de Magrão.

Sport sai bem nos contra-ataques e mata o jogo

O Sport veio ao Mineirão para se defender. A equipe comandada por Oswaldo de Oliveira optou por sair em lances de velocidade e criados por Diego Souza. O meia-atacante foi a referência da equipe e ficou responsável por distribuir o jogo. Os lances que acarretaram nos gols marcados por Rogério passaram sempre pelos pés do meia-atacante.

Cruzeiro segue como pior mandante do Brasil

O Cruzeiro permanece como o pior mandante do Campeonato Brasileiro. No oitavo jogo dentro de seus domínios, a equipe mineira conheceu a quarta derrota. Os comandados de Paulo Bento perderam para Sport, Atlético-PR, Flamengo e São Paulo, empataram com Vitória, América-MG e Figueirense e venceram somente o Palmeiras.

CRUZEIRO

Fábio; Lucas (Douglas Coutinho), Bruno Rodrigo, Léo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Robinho), e Arrascaeta; Willian, Rafael Sóbis e Ramón Ábila (Rafinha). T.: Paulo Bento.

SPORT

Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace; Rithely, Serginho, Diego Souza (Túlio de Melo), Everton Felipe e Rogério (Mark González); Edmilson (Rodrigo Mancha). T.: Oswaldo Oliveira.

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Cartões amarelos: Arrascaeta (C); Rodney Wallace, Serginho, Magrão, Rogério (S)

Gols: Rogério, aos 37min do 1º tempo; Rogério, aos 6min, e Willian, aos 47min do 2º tempo

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir