Mundo

Sobe para 86 o número de mortos no atentado terrorista em Nice, na França

Além dos 86 mortos, mais de 400 pessoas ficaram feridas no massacre reivindicado pelo grupo Estado Islâmico - foto: divulgação

Além dos 86 mortos, mais de 400 pessoas ficaram feridas no massacre reivindicado pelo grupo Estado Islâmico – foto: divulgação

Um homem que ficou ferido no atentado de Nice, em 14 de julho, morreu na quinta-feira, o que eleva para 86 o número de mortos, anunciou o governo francês.

O homem, pai de dois filhos, ficou ferido no ataque realizado por um tunisiano que jogou seu caminhão contra a multidão que comemorava o Dia da Bastilha.

Além dos 86 mortos, mais de 400 pessoas ficaram feridas no massacre reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI).

Logo após o ataque, a polícia da França identificou Mohamed Bouhlel, 31, como o terrorista responsável pelo ataque em Nice.

Bouhlel dirigia o caminhão frigorífico que atropelou a multidão que assistia à festa de fogos de artifício na Promenade des Anglais, na orla de Nice, em comemoração ao Dia da Bastilha.

O veículo avançou em zigue-zague por dois quilômetros, provavelmente para que causasse o maior número possível de vítimas. Bouhlel morreu em troca de tiros com a polícia, ainda no banco do motorista, na altura do Palais de la Méditerranée. O caminhão utilizado no ataque foi alugado pelo próprio terrorista no dia 11 de julho e deveria ter sido devolvido no dia 13.

Segundo o procurador francês François Molins, Bouhlel vinha planejando o ataque por meses e teve a ajuda de pelo menos cinco pessoas.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir