Sem categoria

Sob efeito de drogas, estudante de direito esfaqueia ex-sogra, após tentar estuprá-la

Rodrigo não é um homem agressivo, mas todas as vezes que está sob efeito de entorpecentes tem vontade de fazer sexo – foto: Artur Castro

Rodrigo não é um homem agressivo, mas todas as vezes que está sob efeito de entorpecentes tem vontade de fazer sexo – foto: Artur Castro

O estudante de direito Rodrigo Procópio, 23, é suspeito de tentar estuprar e esfaquear a ex-sogra, a doméstica Elilda Silva Gama, 51, por volta das 4h desta terça-feira (14), na travessa Ismael Passos, bairro Armando Mendes, Zona Leste.

A vítima foi levada ao pronto-socorro João Lúcio, mesma zona, onde está internada em estado grave. Familiares da vítima relatam que o suspeito estava sob efeito de entorpecentes e teria brigado com a ex-sogra algumas horas antes do crime.

Segundo a irmã da vítima, a dona de casa Sandra Marília, 46, Elilda estava em casa com sua filha quando o suspeito bateu na porta pedindo para conversar com a ex-sogra. Ao entrar na casa, o universitário estava muito alterado e tentou tirar as roupas de Elilda, mas a vítima resistiu.

“Quando ela o empurrou, o Rodrigo pegou uma faca e começou a esfaqueá-la, ele chegou a quebrar a faca nela, foi quando a minha irmã começou a gritar pedindo ajuda e ele pegou a mochila dele e fugiu correndo”, relatou.

Ainda conforme a irmã da vítima, Rodrigo era amigo da família e no dia anterior esteve na casa para comemorar um aniversário, mas, quando saiu de lá, foi consumir droga. “Ele ficou com raiva da minha irmã porque pediu um bolo do aniversário e ela disse que não tinha, então ele saiu daqui para ficar drogado”, afirmou.

De acordo com a filha da vítima e ex-namorada do suspeito, a estudante Michele Gama, 22, Rodrigo não era um homem agressivo, mas todas as vezes que está sob efeito de entorpecentes ele tem vontade de manter relações sexuais. “Eu terminei com ele há cinco anos porque descobri que ele era usuário, mas ele sempre frequentava a minha casa e era amigo da minha mãe”, disse.

A vítima foi levada ao pronto-socorro João Lúcio, mesma zona, onde está internada em estado grave

A vítima foi levada ao pronto-socorro João Lúcio, mesma zona, onde está internada em estado grave – foto: Ana Sena

A estudante comentou ainda que o ex-namorado pode sofrer de um transtorno psicológico, já que passou por muitos traumas nos últimos anos. “Os pais deles comentaram comigo que ele pode ter esquizofrenia”, afirmou.

O caso foi registrado no 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), porém, até o momento desta postagem, o suspeito não foi preso.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir