Economia

Sites e aplicativos conquistam consumidores de Manaus

Comuns em outros Estados brasileiros, sites e aplicativos que oferecem promoções e descontos ganham espaço entre consumidores da região - Ione Moreno

Comuns em outros Estados brasileiros, sites e aplicativos que oferecem promoções e descontos ganham espaço entre consumidores da região – Ione Moreno

Encontrar descontos e promoções em produtos e serviços deixou de ser uma tarefa difícil para a população com o advento de aplicativos e sites especializados nesse quesito.

‘Economiza Manaus’, ‘eMercado’ e ‘Achei Manaus’ são algumas dessas ferramentas que abrangem uma gama de opções de consumo, que vão desde material de construção a uma limpeza de pele, passando por estivas em supermercados até uma simples sessão de cinema ou serviços jurídicos, com abatimentos no custo final que podem atingir até 90%.

No caso do site ‘Economiza Manaus’, o consumidor vai encontrar promoções nas áreas de estética, setor automotivo, culinária, exames médicos, serviços odontológicos, além de produtos da cesta básica e materiais de construção, entre outros. Segundo o diretor-executivo do ‘Economiza Manaus’, Higor Castro, a margem de descontos no site começa em 10% e vai até 90%.

Apesar de lembrar os sites de compra coletiva, o ‘Economiza Manaus’ utiliza uma dinâmica diferente, com cupons de descontos livres e grátis, que o cliente adquire na página da internet e depois paga diretamente ao empresário dono do produto ou serviço na hora de consumir.  O espaço publicitário do ‘Economiza Manaus’ custa para as empresas apenas R$ 200, para manter um anúncio promocional por 30 dias.

“Ainda estamos em fase de maturação no mercado, e os clientes estão conhecendo. Já estamos com 60 mil acessos em apenas 45 dias de operação”, informa Higor Castro.

A pessoa pode conferir as ofertas do “Economiza Manaus” no endereço eletrônico www.economizamanaus.com.br.

Vantagem

O empresário Nikolas Záu, 33, contou que, recentemente, teve uma experiência gastronômica por meio do Economiza Manaus. Ele conseguiu dois descontos, um de 40% num restaurante e outro de 45% em um lanche.
“Achei vantajoso. A gente tem uma mordomia de poder adquirir o cupom pelo celular, sem precisar imprimir e gastar papel, e ainda economiza no preço”, avalia.

Nos próximos meses, os desenvolvedores já planejam fazer do site um aplicativo para smartphones, segundo Castro.

Novidade abrange vários setores

O aplicativo ‘Achou Manaus’, que opera desde o início de setembro, vai ganhar nas próximas semanas a aba “Achei Desconto’, que vai abranger ofertas nos segmentos de drogarias, serviços jurídicos, lanchonetes, educação, academias, supermercados e outros, fazendo a conexão direta entre a necessidade do cliente e a empresa. Segundo os criadores, a opção começará a operar em menos de um mês.

A ferramenta é classificada pelos desenvolvedores como um guia comercial eletrônico que interage diretamente com o consumidor para que seja atendido o mais rápido possível. A princípio, foi desenvolvido para substituir a tradicional lista telefônica com mais vantagens, mas ganhou outras atribuições e também comporta serviço de entrega como “Food Delivery”, uma forma rápida de o empresário entregar produto.

O idealizador do ‘Achou Manaus’, Beto Almeida, explica que o aplicativo também deixará à disposição dos usuários, nos próximos dias, serviços de profissionais liberais, como eletricista, encanador, massagista, advogado, contador e até guincho, entre outros. De acordo com o gerente comercial do “Achou Manaus”, Marcelo Lira, um diferencial será a possibilidade de ficar sabendo das promoções em tempo real, com a tecnologia ‘push’, usada em aplicativos de mensagens instantâneas, que consiste em receber notificação na barra superior da tela do celular quando nova oferta for postada.

Além das ofertas de descontos, a essência do ‘Achou Manaus’, que é disponibilizar informações de ajuda na parte de logística nas áreas de cinema, trânsito, endereços, telefones úteis, agenda cultural, casas noturnas sobre shows e outros, já está em operação.

Itens baratos da cesta básica

Com o aumento dos preços dos produtos da cesta básica de Manaus – em agosto ficou avaliada em R$ 401,50 -, principalmente o feijão e o tomate, o aplicativo ‘eMercado’ facilitou a vida do consumidor que buscava encontrar esses itens a um preço digno.

A ferramenta funciona em modelo colaborativo, no qual os usuários que frequentam supermercados fotografam os melhores descontos e promoções que encontram pela cidade e deixam à disposição dos demais usuários do ‘eMercado’.
Flávio Montenegro, um dos sócios-proprietários do aplicativo, disse que a possibilidade de economia varia bastante, mas pode-se considerar uma média de até 30%. “A ferramenta surgiu da vontade de entregar um pouco mais de poder na mão do consumidor na hora de fazer suas compras de supermercado”, declara.

Como exemplo de ofertas reais que estavam disponíveis no ‘eMercado’, estão o lagarto a R$ 16,99 o quilo, no Baratão da Carne, a água da marca Yara de 350 ml ao preço de R$ 0,49 a unidade no Attack, e a Coca-Cola de 350 ml, que custa R$ 1,79, no supermercado Assaí.

O técnico em edificações Berg Carvalho, 25, conta que usa com frequência o aplicativo em toda compra que vai fazer antes de sair para o supermercado.

Segundo ele, o aplicativo ajuda na questão logística porque o usuário já sai de casa sabendo para onde ir e não precisar rodar atrás do preço mais barato. Como experiência própria, Berg já deixou de pagar R$ 14 em uma lata de leite Ninho para pagar apenas R$ 9. “Temos sempre de três a quatro supermercados com preços bons, gerando bastante economia”, diz Berg.

O aplicativo está disponível para download no Google Play Store e, em breve, estará na App Store para plataforma iOS.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir