Sem categoria

Sinal de TV digital ainda muito caro no Amazonas

Para receber sinal digital famílias precisarão trocar TV’s ou adquirir conversor de TV digital – foto: divulgação

Para receber sinal digital famílias precisarão trocar TV’s ou adquirir conversor de TV digital – foto: divulgação

O Amazonas possui o maior percentual de domicílios com recepção de sinal digital de televisão aberta (37,8%) entre os Estados das regiões Norte, Nordeste e Sul. O número registrado em 2013 é superior à média nacional, de 31,2%, conforme Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada em abril pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Porém, além da qualidade que ainda deixa muito a desejar, o percentual é pequeno diante da previsão de desligamento do sinal analógico no país – entre 2015 e 2018 -, por parte governo federal. Em novembro deste ano, está programado o desligamento das transmissões em formato analógico na cidade de Rio Verde, no Estado de Goiás, escolhida como cidade-piloto. Em Manaus, está previsto para 1° de julho de 2018.

Por conta desse tempo, senadores iniciarão amanhã, em Brasília, uma série de debates sobre o tema, tendo em vista a busca de garantias de acesso por parte da população em geral, especialmente dos segmentos de menor renda, aos equipamentos necessários ao uso das ferramentas de interatividade do sinal digital.

Conforme a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com o desligamento, a programação da TV aberta estará disponível somente em formato digital, que permitirá aos telespectadores assistir aos seus programas com maior qualidade de som e imagem.

Mas, a implantação do Sistema Brasileiro de Televisão Digital gera diversas discussões. Uma delas é que para ter acesso ao sinal, se a televisão disponível do lar é do modelo antigo, no formato de tubo, o consumidor precisará trocá-la por uma nova modelo tela plana full HD. A outra opção é adquirir um conversor de TV Digital e uma antena apropriada (externa), até a data de desligamento do sinal analógico para garantir a recepção da TV digital.

Preços
O problema é que, os preços de uma TV nova e do conversor são salgados para o bolso do consumidor. Em Manaus, conversor de TV digital não sai por menos de R$ 100, pois além de ser difícil encontrar o equipamento, uma vez que, nem todas as lojas vendem o aparelho e as que comercializam não tem muitas opções.

A Anatel e o Ministério das Comunicações (MiniCom) garantem que dois meses antes da data prevista para o desligamento, haverá uma indicação fixa com a contagem regressiva para o desligamento no alto da tela. É para lembrar ao telespectador que a hora do desligamento está próxima.

Em caso de dúvidas, o telespectador poderá procurar informações em uma página especial sobre o assunto na internet (www.vocenatvdigital.com.br) ou entrar em contato gratuitamente com uma central de atendimento telefônico (o número é 147). “Trata-se de um processo escalonado e gradativo, que tem como pressuposto o fornecimento de informações para que os telespectadores possam tomar as providências adequadas para assistir à TV aberta e gratuita”, frisa a nota.

Por Silane Souza (equipe Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir