País

Sinal analógico de TV começa a ser desligado nesta terça no país

No próximo dia 29, os canais de maior audiência -as retransmissoras de Globo, SBT, Band e Record- serão desligados - foto: reprodução

No próximo dia 29, os canais de maior audiência -as retransmissoras de Globo, SBT, Band e Record- serão desligados – foto: reprodução

A partir desta terça-feira (16), inicia-se o processo de desligamento do sinal analógico de TV no país, segundo a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão).

A primeira cidade será Rio Verde (GO), considerada o plano piloto. Os canais Rede Vida, Canção Nova e Record News só estarão disponíveis pelo sinal digital.

No próximo dia 29, os canais de maior audiência -as retransmissoras de Globo, SBT, Band e Record- serão desligados.

Para a efetivação do desligamento da cidade, uma pesquisa que será feita pela EAD (Empresa Administradora da Digitalização) precisa indicar que o índice de acesso ao sinal digital alcançou 93%.

Caso não chegue próximo a esse índice, o cronograma de desligamento deve ser atrasado.

Segundo o presidente da Abert, Daniel Slaviero, para alcançar tal índice, o setor depende da distribuição de conversores digitais às famílias registradas no Cadastro Único, que unifica os beneficiários de programas sociais.

“Será um aprendizado, pois em 15 dias, veremos qual o impacto dessa distribuição de conversores”, diz Slaviero.

Por atrasos na entrega de conversores de sinal, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) cogitou atrasar o cronograma de desligamento, no entanto, decidiu-se por manter a agenda atual, por enquanto.

A última revisão, publicada ao final de janeiro, atrasou os prazos de desligamento.

De acordo com o último cronograma, Brasília (DF), que teria o sinal desligado em abril, permanecerá com o sinal analógico até outubro. O desligamento em São Paulo era previsto para maio deste ano e foi passado para março de 2017.

No Rio de Janeiro, o sinal só será desligado em outubro de 2017, enquanto que a previsão era novembro deste ano.

Por outro lado, algumas cidades no Nordeste e no Norte tiveram seus cronogramas antecipados em alguns meses.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir