Economia

Shopping de Manaus inaugura primeiro’estacionamento para maridos’

                                 Área fica no primeiro piso e tem TV, sofá e acesso a internet – Divulgação

Fazer compras é um hábito que para muitas mulheres é sinônimo de prazer. Já para muitos homens… Por isso, o Amazonas Shopping inaugurou um espaço para maridos e namorados aguardarem suas companheiras enquanto elas vão as compras. O local foi batizado de “estacionamento de maridos”.

O espaço fica localizado no primeiro andar do centro de compras e foi preparado especialmente para deixar a espera dos maridos mais confortável e prazerosa. O “estacionamento de maridos” conta com sofás, TV, acesso à internet e tomadas para recarregar o celular.

Segundo o superintendente do Amazonas Shopping, Eduardo Zucareli, várias pesquisas comprovam que as mulheres costumam ser mais detalhistas e pesquisar mais antes de efetuar uma compra, o que muitas vezes pode levar horas. Já os homens são mais objetivos. “As mulheres cada vez mais tem poder de decisão em uma compra. A proposta desse espaço é que elas possam aproveitar a ida ao shopping para fazer todas as suas atividades sem que os acompanhantes fiquem entediados com a espera”, explicou.

Então, mulheres, se o maridão ou namorado reclamar que você sempre demora nas compras, já sabe onde deixá-lo confortável enquanto vai as compras.

Com informações da assessoria.

EM TEMPO

2 Comments

2 Comments

  1. Alana Zuany

    20 de junho de 2017 at 22:48

    Sinto-me envergonhada, primeiramente como mulher, pois esse shopping está adotando uma postura COMPLETAMENTE machista, em pleno século XXI associar esse tipo de comportamento às mulheres, sem levar em consideração que muitas de nós também odeiam fazer compras. E que muitoa homens adoram. O nome do estacionamento é tão machista qua go essa notícia.
    Fico envergonhada também como profissional da comunicação, da cultura e da prefeitura dessa cidade em ver tal texto sendo propagado sem nenhum tipo de constrangimento d jornal.
    O que vocês estão fazendo? Parem!

  2. Ilsa coelho

    31 de maio de 2017 at 21:36

    Esse negocio de pagamento diferenciado já existia mas não era regulado. Que bom que agora a pratica tem respaldo na lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir