Cultura

Sexta edição do festival de dança ‘Mova-se’ começa nesta quarta, no Teatro Amazonas

Além de produções locais, o público poderá conferir durante o ‘Mova-se’ o trabalho de dez grupos de outros Estados – foto: divulgação

Além de produções locais, o público poderá conferir durante o ‘Mova-se’ o trabalho de dez grupos de outros Estados – foto: divulgação

Inicia nesta quarta-feira (12), no Teatro Amazonas, a sexta edição do ‘Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios’. A programação segue até domingo (16), com apresentações também no Teatro da Instalação e no Café Teatro,  todos localizados no Centro Histórico de Manaus.
A abertura, no Teatro Amazonas, será ás 20h, com apresentação do espetáculo ‘Zhu’ (BH), da Cia. Mário Nascimento.

O nome deste espetáculo, que em chinês significa ‘bambu’, é signo, não só de resistência, mas de constante movimento, suavidade e maleabilidade frente aos percalços que não são e nem foram poucos. A Companhia Mário Nascimento passou um ano sem apoio. Mas para este novo espetáculo conta com o patrocínio de O Boticário.

“Esse é um dos desafios de quem trabalha e acredita na arte. Se reinventar e não se deixar abalar pelos altos e baixos de quem opta por esse caminho. Valorizo muito o artista”, disse Mário Nascimento.

“Para o primeiro dia do evento nós teremos esta companhia que é conhecida nacional e internacionalmente. Este é o novo trabalho deles e Manaus é a segunda capital a recebê-lo. Isso fortifica os artistas a estarem se preparando para fazerem suas estreias em nível nacional em Manaus, durante o ‘Mova-se’, e isso é muito importante porque já fazemos parte do calendário de circulação de grandes companhias nacionais”, acrescentou João Fernandes, criador e coordenador do festival.

Além de “Zhu”, os espetáculos nacionais que passam por Manaus são “Teresinhas” (RS), da Cia. Meme de Pesquisa do Movimento; “Alça de Balde” (GO), de Rafael Guarato; “Tratado das Incorpóreas (sub) Versões” (RO), da Cia G. de Dança; “3 Solos em 1 Tempo” (RJ), de Denise Stutz; “Confete da Índia” (RJ), de André Masseno, que será apresentado na Sessão Tarja Preta (para maiores de 18 anos); “Naipi e Tarobá” (PR), da Eliane Fetzer Cia. De Dança; “Homem Torto” (SP), de Eduardo Fukushima; “Girassóis” (SP), da Cia. Druw; e “Quando se Calam os Anjos” (PR), da Curitiba Cia. De Dança.

As produções locais selecionadas são “Cheiro de Terra”, da Dabukuri Cia. de Dança; “Chico: O Corpo em Cores e Sons”, da Contém Dança Cia.; “Hescuta”, do artista Francisco Rider; “Liberdade Vigiada”, da Entrecorpus Companhia de Dança; e “Réquiem Para Dois”, da Companhia de Intérpretes Independentes.

O público local também se impressionará com a desenvoltura das 32 duplas de b-boys e 20 de dança de salão que participaram das competições preparadas para esta sexta edição. Os profissionais da área da dança ainda poderão participar das diversas atividades formativas do festival.

A sexta edição do “Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios” é realizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Banco da Amazônia e O Boticário na Dança, com apoio do governo do Estado do Amazonas, Prefeitura Municipal de Manaus e Universidade do Estado do Amazonas (UEA). O festival, contemplado com o Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2014, é uma realização do Casarão de Ideias, Cia. de Ideias e Ministério da Cultura (MinC).

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir