Economia

Setores da construção civil e mercado imobiliário realizam evento para discutir o futuro de Manaus

Esse tipo de encontro é fundamental para que possamos discutir práticas realmente objetivas e eficazes para o urbanismo - foto: Márcio Melo

Esse tipo de encontro é fundamental para que possamos discutir práticas realmente objetivas e eficazes para o urbanismo – foto: Márcio Melo

Assuntos relacionados a futuros modelos de trabalho para a implantação de programas de planejamento e desenvolvimento sustentável urbano para a cidade serão discutidos entre a sociedade e entidades do setor no encontro intitulado ‘O Futuro da Minha Cidade’, que acontecerá no próximo dia 6, às 18h, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), na avenida Joaquim Nabuco, no Centro.

O evento é uma realização da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM) e Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon/AM), em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Tem apoio ainda do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM).

A iniciativa tem como objetivo principal mobilizar a sociedade para ser protagonista na gestão das cidades. As inscrições para o evento podem ser feitas, gratuitamente, pelo site do Sinduscon/AM (www.sinduscon-am.org.br).

De acordo com o presidente da Ademi-AM, Romero Reis, esse tipo de encontro é fundamental para que possamos discutir práticas realmente objetivas e eficazes para o urbanismo.

“A presença de diferentes segmentos da sociedade é fundamental para que os órgãos e as entidades competentes, ligados ao setor público, entendam as reais necessidades da população”.

Para o presidente do Sinduscon/AM, Frank do Carmo Souza, o ‘Futuro da Minha Cidade’ será fundamental para buscar soluções que a população de Manaus quer e precisa.

“A ideia é sensibilizar as principais lideranças do município, mostrando que é possível uma parceria entre a sociedade e a prefeitura, de forma a assegurar, tanto o crescimento econômico da cidade, quanto a melhoria de sua qualidade para as pessoas. O caminho para isso é a criação de um conselho formado pela sociedade civil organizada, proposta principal desde projeto de âmbito nacional, que agora trazemos para Manaus”, destacou.

Conforme informações da CBIC, o programa conta com a participação voluntária de grande parte das pessoas que compõem a os conselhos de desenvolvimento da cidade e tem como principal finalidade planejar o futuro urbano da cidade.

“Todos os aspectos das propostas são discutidos e levados em conta, como o orçamento municipal, a viabilidade das obras e a importância que essas ações têm para a sociedade”, esclareceu Romero Reis.

Para o presidente do CREA-AM, engenheiro civil Cláudio Guenka, por meio dessa iniciativa, pretende-se mobilizar a sociedade manauara em prol de um objetivo comum, que é o estabelecimento de um projeto amplo que compreenda o planejamento urbano, considerando diferentes aspectos, e tendo como pilar o desenvolvimento sustentável. “Portanto, a realização deste evento trata-se de um passo decisivo”, disse.

O evento contará com a presença de Márcia Santim, Coordenadora de estudos e projetos do Conselho de Desenvolvimento de Maringá (Condem), de Renato de Souza Correia, engenheiro civil formado pela Universidade Federal de Goiás e atual presidente da Ademi-GO e Laura Sobral, arquiteta urbanista e mestranda da Universidade de São Paulo (USP) sobre a produção social de espaços públicos comuns.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir