Economia

Setor imobiliário de Manaus inicia 2016 com crescimento

Embora a situação econômica seja delicada, comparando com o ano anterior, 2016 começou com saldo positivo para o setor imobiliário do Amazonas, uma vez que janeiro registrou crescimento de 23% nas vendas com relação a dezembro, segundo balanço da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-AM), divulgado na manhã desta quarta-feira (24).

Ainda segundo o balanço, apartamentos estão entre as preferências no momento da compra de um imóvel pelos manauenses. Aproximadamente 9% das vendas se dão somente com imóveis de três quartos, onde mais de cem unidades foram vendidas.

De acordo com o presidente da Ademi-AM, Romero Reis, a movimentação passou de R$ 71,3 milhões em dezembro de 2015, para R$ 92,1 milhões. “O mercado imobiliário no mês de janeiro, mostrou que o Amazonas tem oferta. De um estoque de aproximadamente 3, 7 mil unidades, no mês de janeiro foram comercializadas 242, apresentando vendas entre todas as tipologias, apontando 6.2% sobre a oferta. Isso mostra que Manaus tem bairros com os mais diversos produtos, tamanhos e opções para todos os gostos e bolsos”, disse.

Ainda conforme dados divulgados na pesquisa, o valor do metro quadrado da capital foi avaliado em R$ 5.104,30 mil, sendo este valor, abaixo da média divulgada pelo índice FIPE-ZAP, que avalia a média de preços em 20 cidades brasileiras, onde a média nacional situa-se em R$ 5.803,81. Na capital, o bairro Terra Nova, localizado na Zona Norte, apresentou o menor preço de venda por metro quadrado, R$ 3.202,05 e o bairro Adrianópolis, situado na Zona Centro-Sul, o mais alto, R$ 8.345,44, totalizando uma diferença de mais de R$ 5.

“Tem muito oferta, tem financiamento bancário, a portabilidade dos financiamentos, o portador pode levar isso para o banco mesmo depois de assinado, as incorporadoras e construtoras estão privilegiando a venda de seus estoques, ou seja, isso tudo compõe uma gama de parâmetros que leva dizer que para o consumidor é muito bom”, disse.

Atualmente, o bairro Santa Etelvina segue pelo segundo mês consecutivo com o maior número de unidades habitacionais vendidas, 38 ao todo. Todas elas adquiridas através do programa “Minha Casa Minha Vida”, e em segundo lugar ficou o bairro de Flores, com 37 unidades.

A pesquisa revelou ainda que na capital, com 771 unidades, o bairro Adrianópolis é o que possui mais unidades disponíveis para venda, seguido pela Ponta Negra, com 584. Atualmente Manaus possui 3,7 mil imóveis residenciais disponíveis.

Por Luis Henrique Oliveira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir