Economia

Sete estabelecimentos são autuados pelo Procon-Manaus durante a  ‘Black Friday’

A maior parte das denúncias foi sobre número de caixas insuficientes - foto: divulgação

A maior parte das denúncias foi sobre número de caixas insuficientes – foto: divulgação

Durante todo o final de semana, a Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon-Manaus) manteve equipes de plantão para receber denúncias durante a Black Friday realizada pelo comércio  com anúncios de ofertas especiais ao consumidor.

Duas lojas foram autuadas por descumprimento da Lei Federal 10.962/2004 que trata da precificação, segundo a qual o consumidor deverá pagar o menor preço sempre que houver divergência nos mesmos. Outros cinco estabelecimentos foram autuados por descumprirem a Lei Municipal 266/2011, oferecendo caixas para pagamento em número insuficiente. A lei obriga que 100% dos caixas estejam em funcionamento.

No total, foram registradas 22 denúncias feitas pelo consumidor, seja pelo disk denúncia disponibilizado ao público ou nos pontos onde o Procon-Manaus fez atendimento. A maior parte das denúncias foi sobre número de caixas insuficientes. Equipes de fiscalização também nos centros comerciais de Manaus, mas a maioria das denúncias foi feita pelo público.

“No começo do mês orientamos os consumidores que pretendiam comprar na Black Friday de ter em mãos encartes, fotos e prints de tela  do produto que gostaria de consumir, afim de que haja provas de fraude ou não da liquidação”, explicou o coordenador da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor, Alessandro Cohen.

Com informações da assessoria de comunicação

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir