Cultura

Teatro Sesc apresenta peças paulista e cearense

 'Criaturas de papel' será exibida no Teatro da Instalação, no dia 24- foto: divulgação


‘Criaturas de papel’ será exibida no Teatro da Instalação, no dia 24- foto: divulgação

Dando continuidade ao Circuito Nacional do Palco Giratório 2015, chegam a Manaus nos dias 20 e 24 de julho os espetáculos ‘O descotidiano’ e ‘Criaturas de papel’, das companhias de teatro Cia. do Relativo (SP) e Bricoleiros (CE). As apresentações terão entrada franca. O Palco Giratório é um projeto do Serviço Social do Comércio (Sesc) que leva trabalhos em dança, teatro e música a todo país.

‘O descotidiano’ será apresentado no próximo dia 20, às 20h, no Les Artistes Café Teatro (avenida 7 de Setembro, 377, Centro). Em cena, um ser solitário e excêntrico busca através da desconstrução de seu cotidiano uma nova motivação para sorrir. Dentro de sua casa, com poucos móveis e sentimentos, ele dá novos significados a objetos do dia a dia: jornais, xícaras, livros e vassouras são manipulados de maneira inesperada, criando situações cômicas e surreais. O criador, ator e diretor do espetáculo, Otavio Fantinato, também faz uso de bolas de malabarismo clássico para ilustrar essa procura por um novo sentido para a vida.

Já o espetáculo ‘Criaturas de papel’ conta a história do aprendiz de feiticeiro Anãmiri, que perde o poder da flutuação quando uma bruxa lança nele um feitiço. Sem flutuar, o jovem herói fica indefeso. Felizmente, o mestre do infortunado aprendiz rapidamente prepara-o para ir em busca do antídoto, um pó mágico que fica dentro do côncavo da árvore falante. A plateia é convidada a participar de uma perigosa jornada cheia de criaturas monstruosas e, sem perceber, torna-se personagem da história.

A peça ‘Criaturas de papel’ será apresentada dia 24 de julho, às 19h, no Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, sem número, Centro).

Os grupos

A Cia. do Relativo surgiu em 2009 e tem como fundadores Tassio Folli e Otavio Fantinato, que usam como base de suas narrações a manipulação de objetos. ‘O Descotidiano’ estreou em 2012. Com mais de 50 apresentações, o trabalho solo criado, dirigido e atuado por Otavio Fantinato teve algumas cenas premiadas com o segundo lugar na Mostra de Cenas Curtas do Festival de Teatro de Três Rios.

O Grupo Bricoleiros foi fundado em 2004 por Cristiano Castro e Eliania Damasceno. Desde seu surgimento, desenvolve um trabalho de pesquisa que explora rigorosamente o universo do boneco comediante, inventivo e de grande expressividade cênica, promovendo espetáculos que utilizam técnicas refinadas de confecção e manipulação de marionetes com um alto padrão de qualidade.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir