Dia a dia

Servidores da UPA Campos Sales, investigada na ‘Maus Caminhos’, vão paralisar atividades nesta segunda

Entre os temas abordados estão a organização do atendimento com pessoas em classificação de risco – foto: divulgação

As atividades serão paralisadas em forma de protesto pela não pagamento de salários aos terceirizados – foto: divulgação

Servidores, terceirizados e concursados, da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Campos Sales, localizada no Tarumã, Zona Centro-Oeste de Manaus, irão paralisar as atividades na unidade de saúde a partir das 7h desta segunda-feira (26). A ação é uma forma de reivindicar o pagamento de, pelo menos três meses, salários atrasados de funcionários vinculados ao Instituto Novos Caminhos (INC), investigado na operação ‘Maus Caminhos’, deflagrada pela Polícia Federal na última terça-feira (20).

Segundo a analista de gestão de pessoas da UPA, Caren Gordiano, há pelo menos três meses, alguns funcionários de vários setores da unidade de saúde não recebem o pagamento que deveria ser pago pelo INC. Segurança patrimonial e limpeza e conservação estão entre os departamentos que não vêm recebendo os pagamentos; pessoas que atuam como técnicos de enfermagem e algumas especialidades médicas, como clínico geral, também estão sem receber.

Mesmo não pertencendo ao grupo de terceirizados da UPA, os servidores decidiram se unir e ‘abraçar’ a paralisação porque temem a falta de alguns serviços no local, segundo o gerente de tecnologia da unidade, que preferiu não divulgar seu nome.

“Os terceirizados no cobram por respostas que não temos e nem sabemos como dar. Nós nem sabemos se vamos receber os benefícios que nos cabem. E o que aconteceu [deflagração da ‘Maus Caminhos’] não é nossa culpa, foi mais em cima e precisam resolver sem nos prejudicar”, disse o gerente.

Servidores do Centro de Reabilitação em Dependência Química (CRDQ), em Rio Preto da Eva, e a UPA 24 Horas e Maternidade Enfermeira Celina Villacrez Ruiz, em Tabatinga também irão paralisar as atividades. De acordo com Gordiano, o ônibus que leva os servidores para o CRDQ irá sair normalmente, às 6h, da rodoviária, mas se dirigirá para o ponto da manifestação, na UPA Campos Sales.

Por Rosianne Couto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir