Sem categoria

Servidores da Suframa tentam reunião com secretário da Sefaz, mas não são recebidos

Representantes dos Servidores da Suframa estiveram na tarde desta sexta-feira (10), na sede da Secretaria do Estado de Fazenda (Sefaz-AM), para uma reunião com o secretário Afonso Lobo, a fim de esclarecerem informações divulgadas pelo Governo do Estado sobre o desabastecimento de medicamentos e itens hospitalares na rede pública de Manaus. Apesar da importância do assunto, os servidores não foram recebidos pelo titular da pasta, mesmo após esperarem por uma hora.

Os trabalhadores levaram documentos oficiais para garantir que o desabastecimento de materiais hospitalares nos hospitais da rede estadual de saúde não tem relação alguma com a greve da Suframa, e que as três notas fiscais que o Governo garantiu que ficaram retidas por culpa da paralisação, na verdade nunca foram protocoladas no sistema da autarquia. O Sindframa confrontou o número das notas com o sistema de internamento de mercadorias e identificou que a nota mais recente com a mesma identidade processual é de 2012.

Desde o início da greve o Sindframa reafirma que medicamentos e itens hospitalares estão sendo liberados imediatamente pelos servidores, ainda que a cota diária de 30% dos serviços tenha sido esgotada. A reunião com o secretário serviria para esclarecer informações desencontradas que foram divulgadas essa semana. No entanto, de acordo com os servidores, a secretária de Lobo chegou a confirmar que ele estava na Sefaz, mas depois disse que ele havia ido embora.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir