Política

Servidores em greve da Suframa pedem apoio a deputados na Aleam

Servidores foram em busca de apoio dos deputados para o fim da greve que busca a reestruturação de carreira dos servidores da autarquia - foto: divulgação

Servidores foram em busca de apoio dos deputados para o fim da greve que busca a reestruturação de carreira dos servidores da autarquia – foto: divulgação

Os membros do Sindicato dos Funcionários da Suframa (Sindiframa) estiveram na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) na manhã desta quinta-feira (18) em uma Cessão de Tempo do deputado estadual José Ricardo (PT), a fim de buscar o apoio dos deputados da Casa pela greve que busca a reestruturação de carreira dos servidores da autarquia.

Segundo o economista Thomaz Fagá, membro do Sindicato, o pleito dos servidores é antigo e data de 2009. Fagá justificou a paralisação, lembrando o acordo feito em 2014 – quando a Suframa estava em greve. “Foi criado um grupo de trabalho, feito um estudo pelos servidores da Suframa para amparar as nossas reivindicações, porém o Governo Federal não deu nenhuma resposta ou contraproposta aos servidores, situação ainda mais agravada pelo veto à equiparação salarial dos servidores em maio passado”, explicou, acrescentando que existe também uma crise institucional por conta da saída de servidores, principalmente aqueles de nível superior. Já o engenheiro civil, José Wilson Pereira de Lima apontou um “sucateamento” da autarquia.

O deputado afirmou haver despreocupação do poder público para com a Suframa. “Ao longo dos anos não houve uma preocupação com os funcionários de carreira da Suframa, o que culminou nessa greve, o que é lamentável, pois a Suframa é essencial para a economia do Amazonas”, declarou apoiando a causa e sugerindo que a bancada do Amazonas se mobilize em uma força-tarefa para intervir junto ao Governo Federal em favor da autarquia. Da mesma forma os deputados Alessandra Campelo (PCdoB), Luiz Castro (PPS) e Dermilson Chagas (PDT) se pronunciaram a favor dos servidores.

O presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PSD) disse que o parlamento estadual fará um manifesto de apoio aos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), em greve desde o último dia 25 de maio, em protesto contra o veto da presidente Dilma Roussef (PT) à proposta de reestruturação do plano de cargos e salários da Suframa.

Segundo o deputado Josué Neto, um documento assinado pelos deputados da Aleam será encaminhado aos três senadores eleitos pelo Amazonas, sendo Omar Aziz (PSD), Vanessa Grazziotin (PCdoB) e Sandra Braga (PMDB) para que sirva como base na defesa da derrubada do veto, que será analisado no Senado no próximo dia 30 de junho.

O manifesto foi definido em parceria com o deputado José Ricardo (PT), após Cessão de Tempo concedida ao Sindicato dos Funcionários da Suframa (Sindiframa), também nesta quinta-feira. O economista Thomaz Fagá, membro do Sindicato, informou que a reestruturação dos salários está pendente desde 2009, sem resposta alguma do governo federal.

Projetos

Após votação de projetos 27 projetos de lei, também nesta quinta-feira, o deputado Josué Neto disse que a Aleam zerou a pauta de projetos pendentes, que estavam prontos para ser votados. Outras propostas, de autoria dos deputados estão tramitando nas comissões permanentes da Casa, e podem ser votadas até o dia 15 de julho, antes do recesso parlamentar.

 

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir