Mundo

Serra Leoa pode ficar livre do Ebola após última paciente receber alta

As autoridades de saúde de Serra Leoa deram alta nesta segunda-feira (24) à última paciente contaminada com o vírus do Ebola no país.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, se dentro de 42 dias (duas vezes o período máximo de incubação do Ebola) não houver nenhum caso novo, a epidemia em Serra Leoa terá oficialmente acabado após deixar mais de 4.000 mortos.

Em um gesto simbólico, o presidente Ernest Bai Koroma deu um certificado de alta a Adama Sankoh, 40, que contraiu o Ebola após a doença matar seu filho, no final julho.

“Volte para a sua comunidade e continue a levar sua vida normalmente”, disse o presidente ao entregar o documento para Sankoh.

“Embora meu filho tenha morrido devido ao Ebola, estou muito feliz hoje por ter sobrevivido”, disse ela ao deixar o hospital no vilarejo de Mateneh.

Caso Serra Leoa seja considerada livre do Ebola, a Guiné será o último país do oeste da África a enfrentar o surto. A epidemia deixou mais de 11.200 mortos desde o fim de 2013.

A Libéria foi considerada livre do Ebola em maio, mas alguns casos reapareceram desde então.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir