Cultura

Serginho Queiroz em shows com convidados especiais neste fim de semana

Show de Serginho Queiroz conta com a presença de Angelo Speranza (à direita) – foto: divulgação

Show de Serginho Queiroz conta com a presença de Angelo Speranza (à direita) – foto: divulgação

Completando 22 anos de carreira, o cantor Serginho Queiroz faz dobradinha no bar Botequim (rua Barroso, 279, Centro) nesta sexta e sábado (2 e 3). O show inicia sempre às 22h30 e o couvert custa R$ 15 (por pessoa).

Grandes artistas e amigos de Serginho foram convidados para dividir o palco nesta comemoração: Lívia Mendes, Angelo Speranza, Mirian Abad, Rodrigo Roque, Fidel Graça, Sinézio Rolim e a excêntrica Lady Parker, personagem do ator e diretor Michel Guerrero.

Acompanhado dos músicos Josias Júnior (bateria) e Alexandre Werneck (percussão), Serginho conta que o repertório será especial. Uma retrospectiva das canções que marcaram sua carreira como, “Canções e Momentos”, de Milton Nascimento e “Demônio Colorido”, da cantora Sandra Sá; ambas defendidas em sua primeira participação no Festival de Calouros do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Hoje, a festa terá a participação de Fidel Graça, Sinézio Rolim e Angelo Speranza, nos ritmos de rock, samba-rock, boemia e algumas canções Maria Bethânia e Alcione, que Serginho cantará junto com Sinézio Rolim.

Já no sábado, será a vez de Rodrigo Roque com sambas-canções, Miriam Abad com Fados, e a bossa-nova de Lívia Mendes. O humor da noite ficará a cargo de Lady Parker, eles vão fazer versões ‘baré’ de canções americanas como ‘Killing me softly’, que ganha a paródia ‘Aquilo que sobe no Wilson’.

Carreira
Serginho começou sua carreira cantando no Festival de Calouro do Sesc, daí partiu para noite, em bares da cidade como os extintos ‘Consciente Bar’, ‘Plinio’s Bar’, ‘Clube da Esquina’, ‘Asa Delta’ e muitos outros.

Ele também realizou vários shows especiais, seu primeiro foi no Blue Angel, onde homenageava Caetano Veloso. Mais tarde, Elis Regina recebia homenagem no Teatro da Instalação com ‘Brasil: Saudade de Elis’ e ‘As Aparências Enganam’, que homenageavam os cantores Ney Matogrosso, Edson Cordeiro e Biafra.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir