Eleições 2016

Serafim e Cristiane fazem caminhada no Morro da Liberdade nesta sexta

Serafim Corrêa avaliou a atual campanha como transparente e limpa - foto divulgação

Serafim Corrêa avaliou a atual campanha como transparente e limpa – foto divulgação

Nesta sexta-feira (30), dois dias antes do pleito eleitoral, foi o dia da comunidade do Morro da Liberdade, Zona Sul, receber a caminhada de Serafim Corrêa e Cristiane Balieiro. Acompanhados de muitos militantes e simpatizantes, os candidatos percorreram as ruas do bairro, onde levaram de casa em casa a mensagem do Partido Socialista Brasileiro (PSB) ao eleitor.

O candidato à prefeitura de Manaus tem como prioridades a saúde, educação e mobilidade urbana.

A dona Raimunda do Carmo Brito, de 70 anos, que é lojista, reclamou do ‘abandono’ dos jovens no bairro. Segundo ela, muitos deles estão envolvidos com as drogas. Ela também reclamou da iluminação em alguns pontos da comunidade e dos buracos nas ruas.

Segundo Serafim Corrêa, ele é um candidato tem comprometimento com o povo e muitas propostas para sanar os problemas como estes estão dentro do seu plano de governo.

Campanha

Serafim Corrêa avaliou a atual campanha como transparente e limpa. Ele fez uma relação com as 14 campanhas anteriores nas quais concorreu.

“Nós mostramos o que é fazer política com dignidade. Respeitando os outros e não falando mal de ninguém.  Mostramos o que fizemos, o que deixamos encaminhado e não fizeram e o que pretendemos fazer. Foi uma campanha diferente devido às novas regras eleitorais. Esta é a 15° eleição que disputo e a cada uma delas deixamos uma marca. Nessa eleição nossa marca foi a ousadia. No início, quando foi dito que íamos sair sozinhos e que íamos fazer chapa própria, muitos desdenharam achando que não conseguiríamos 62 candidatos a vereador, mas, pelo contrário, o número de interessados superou o de vagas e aqueles que ficaram de fora se empenharam tanto como os 62 candidatos. Superamos isso. Isso é muito bom. Foi o combustível da nossa campanha”, disse o candidato.

A professora Cristiane Balieiro disse que o PSB foi ousado em escolher uma mulher como vice, além de ter saído com chapa própria.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir