Dia a dia

Serafim Corrêa terá professora como vice na disputa pela prefeitura de Manaus

Serafim Corrêa e Cristiane Balieiro disputarão os cargos de prefeito e vice de Manaus, respectivamente - foto: Marcelo Araújo/divulgação

Serafim Corrêa e Cristiane Balieiro disputarão os cargos de prefeito e vice de Manaus, respectivamente – foto: Marcelo Araújo/divulgação

O PSB-AM anunciou na manhã desta quinta-feira (7) a chapa que vai concorrer à prefeitura de Manaus nas próximas eleições. O deputado estadual Serafim Correa, presidente de honra do partido, e a professora Cristiane Balieiro disputarão os cargos de prefeito e vice, respectivamente. O anúncio foi feito na sede do partido, na rua Lima Bacuri, Centro de Manaus.

A sigla repete a estratégia de 2012, quando também lançou uma chapa ‘puro sangue’ para concorrer às eleições municipais. À época, o deputado Marcelo Ramos foi o escolhido para vice de Serafim. Este ano, porém, Marcelo Ramos será seu adversário na disputa, visto que também concorrerá ao cargo de prefeito pelo PR, partido ao qual se filiou ano passado, após alegar falta de espaço no PDB para concorrer como majoritário.

Serafim ressaltou que “as qualidades enquanto pessoa, o engajamento nas redes sociais e na área da educação” foram os diferenciais pela escolha do nome de Cristiane. Além de, segundo ele, representar a “força da renovação do partido”.

Além da candidatura de Serafim e Cristiane, o PSB-AM também anunciou os novos nomes que podem compor a Câmara Municipal de Manaus (CMM). No total, serão 62 candidatos ao cargo de vereador pelo partido.

Serafim Corrêa foi prefeito de Manaus no período de 2005 a 2008, mas, após uma gestão conturbada, não conseguiu se reeleger.

O PSB vai disputar o cargo majoritário municipal em outras 14 capitais.

A vice

Com quase 35 anos, Cristiane Balieiro é professora há 10. Nascida no município de Benjamim Constant, está na capital amazonense desde os 13 anos. É filiada ao PSB-AM desde maio do ano passado.

Balieiro disse ter sido pega de surpresa com o convite, mas que por confiar na inteligência e na experiência de Serafim, não encontrou meios que justificassem uma possível recusa.

“Confio nele. Pretendemos fazer uma política diferente. Não é apenas uma união entre um homem e uma mulher na política. É a renovação e a vanguarda”, declarou a candidata, defendendo questões acerca do empoderamento feminino nas representações políticas.

Plano de governo

As ações que vão compor o plano de governo a ser desenvolvido na possível gestão do PSB-AM serão finalizadas nos próximos dias e, de acordo com o candidato à prefeitura, serão norteadas por três verbos – destravar, pacificar e cuidar.

“Manaus hoje é travada economicamente, conflagrada socialmente e ambientalmente equivocada. Destravando, pacificando e cuidando: é assim que vamos seguir em frente”, falou o candidato.

Durante o anúncio da candidatura, Serafim revelou que os estudos iniciaram desde fevereiro, com a Agenda 40, discutido nacionalmente. Nela, abordou-se sobre os principais problemas que afetam o desenvolvimento de uma cidade, resultando em cinco pontos em comum: mobilidade urbana, saúde, segurança, desemprego e educação.

Algumas ideias já levantadas por Serafim no dia em que anunciou a candidatura girou em torno das questões da mobilidade urbana. Se prefeito, Corrêa pretende levar a ‘linha azul’ para o lado direito das avenidas e incluir recuos próximos às paradas de ônibus. Além disso, na Djalma Batista, além de mudar o ponto de embarque e desembarque de passageiros da frente do shopping, ele pretende transpor a passarela para este lugar.

“São pequenas obras para melhorar o trânsito. Consequentemente, melhoraria o transporte coletivo”, disse Serafim, lembrando que apenas 10% da frota de ônibus que atende o transporte público abre as portas pelo lado esquerdo, como requer a linha azul.

Por Rosianne Couto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir