Mundo

Sequestro de avião egípcio termina com prisão de passageiro

O homem que desviou nesta terça-feira (29) um avião do Egito para o Chipre foi detido, informou fonte do governo cipriota citada pela agência France Presse.

A informação foi divulgada minutos depois de quatro das sete pessoas que o homem mantinha reféns terem abandonado a aeronave, três pela porta e outra pela janela da cabine dos pilotos.

A polícia cipriota tinha assumido posições nos terminais do aeroporto quando os quatro surgiram.

O aparelho, um Airbus A-320 da EgyptAir, fazia a ligação entre Alexandria, no Norte do Egito, e o Cairo, e foi desviado para Larnaca, no Sul da ilha de Chipre.

Motivação

A ação não teve relação com terrorismo, afirmou o presidente de Chipre, Nicos Anastasiades. As motivações do pirata do ar ainda não são claras, mas ele “não está ligado ao terrorismo”, afirmou Anastasiades, em reunião com o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.

Fontes governamentais cipriotas, citadas pela France Presse, afirmaram que o sequestrador do avião da Egyptair pediu para se encontrar com a ex-mulher, que é cipriota. O homem exigiu ver a ex-mulher, que vive numa localidade próxima do aeroporto de Larnaca, onde o avião pousou, depois de ter sido desviado da rota.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir