Mundo

Senador republicano Graham anuncia pré-candidatura à Presidência dos EUA

O republicano Lindsey Graham, senador veterano pela Carolina do Sul, anunciou nesta segunda-feira (1º) que competirá pela candidatura republicana à Presidência dos EUA com um programa centrado em “acabar com os inimigos que querem nos matar”.

O senador, que não perdeu nenhuma eleição pelo Congresso desde 1994, quando tinha 39 anos, fez o anúncio em sua cidade natal de Central, na Carolina do Sul, junto à irmã menor, de quem cuidou após a morte dos pais.

Graham, que nunca se casou e, portanto, carece do perfil familiar tão recorrente nas eleições presidenciais americanas, focou o discurso na política externa e na segurança nacional, aspecto que caracterizou seus anos de atuação no Senado.

“Quero ser presidente para acabar com os inimigos que querem nos matar; não contê-los, não paralisá-los, mas acabar com eles. Nunca haverá coexistência pacífica com o islã radical”, afirmou Graham, que disse que a segurança do país só pode ser alcançada com “força”.

O senador, que passou um terço da vida no Congresso e é uma das vozes mais importantes da segurança nacional, criticou o presidente dos EUA, Barack Obama, por não ter conseguido evitar o surgimento de grupos como o Estado Islâmico (EI).

“Temos de construir defesas lá [no Oriente Médio] para que não seja um risco aqui”, disse o senador sulista.

Graham alertou que não há ameaça maior para a estabilidade mundial e americana que um Irã radical.

“Tenho a experiência, a vontade e o discernimento necessários para deter o regime mais perigoso do planeta”, declarou.

Apesar de estar em Central, uma cidade de 5.000 habitantes, Graham deu quase exclusivo protagonismo em seu discurso à geopolítica, projetando um mundo cheio de adversários dos EUA, como Rússia e China.

Graham, que ainda não conta com grande apoio para suas aspirações presidenciais, disse que é o candidato mais preparado e especialista em segurança nacional da disputa.

Com o anúncio desta segunda, Graham se une a uma longa lista de adversários pela candidatura republicana, na qual já figuram oficialmente os senadores Rand Paul (Kentucky), Marco Rubio (Flórida) e Ted Cruz (Texas).

Além disso, também confirmaram suas aspirações o ex-governador de Arkansas Mike Huckabee; o neurocirurgião Ben Carson; a ex-diretora-executiva da Hewlett-Packard Carly Fiorina, o ex-senador republicano pela Pensilvânia Rick Santorum e o ex-governador do Estado de Nova York George Pataki.

Os pré-candidatos começarão a disputar a candidatura do partido a partir do início do próximo ano, quando começam as primárias republicanas.

Do lado democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton é franca favorita à nomeação.

Por enquanto, o senador por Vermont Bernie Sanders e o ex-governador do Estado de Maryland Martin O’Malley anunciaram ter a intenção de também disputar a candidatura do Partido Democrata, do presidente Barack Obama.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir