Política

Senado tem sessão extraordinária hoje para discutir prisão de Delcídio

O Senado já recebeu documento do Supremo Tribunal Federal (STF) comunicando sobre a prisão do senador e líder do governo, Delcídio do Amaral (PT-MS). Com a entrega, o primeiro vice-presidente da Casa, senador Jorge Viana (PT-AC), convocou uma sessão extraordinária para esta tarde para que o plenário analise o caso.

Cabe aos senadores decidir se mantém a prisão de Delcídio ou se optam pela soltura. Na sessão extraordinária, os parlamentares vão discutir o Artigo 53 da Constituição, que determina que um senador que estiver no exercício do mandato só pode ser preso em flagrante.

O líder governista foi preso pela Polícia Federal, na manhã de hoje (25) no Hotel Royal Tulip, em Brasília. Ele é acusado, pela Procuradoria-Geral da República (PGR), de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato e de oferecer dinheiro ao ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró para evitar que ele firmasse um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).

Os senadores vão avaliar se é possível considerar o flagrante e se o parlamentar deve ser mantido preso.

Não há ainda consenso se a votação será aberta ou secreta. Como se trata de caso inédito no Senado, a equipe técnica da Casa ainda não tem um posicionamento definitivo sobre esse tipo de votação. O Regimento Interno do Senado determina que a votação seja secreta, mas uma emenda constitucional acabou com esse tipo de votação, exceto para aprovação de autoridades e na eleição da Mesa Diretora. O assunto também deverá ser debatido em plenário.

Enquanto o Senado não decide, Delcídio do Amaral permanecerá preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir