Dia a dia

Semsa encerra semana das mulheres alertando contra a violência doméstica

Durante a palestra, as mulheres que passam por violência doméstica foram orientadas – fotos: Divulgação/Semsa

Uma roda de conversa sobre violência doméstica, reunindo mais de 40 mulheres na Unidade Básica de Saúde (UBS) Armando Mendes, Zona Norte de Manaus, encerrou, nesta sexta-feira (10), a programação especial da Semana da Mulher, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A discussão foi mediada pela equipe do Centro Referência de Apoio à Mulher (Cream), da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc). Durante a palestra, as mulheres que passam por violência doméstica foram orientadas a fazer as denúncias pelo 180, da Central de Atendimento à Mulher.

Além de debates sobre seus direitos, a Semsa promoveu, ao longo da semana, em diversas unidades da rede municipal de saúde, a divulgação de informação sobre promoção da saúde e ampliou o número de atendimentos ao público feminino, com mais consultas e exames preventivos para o câncer de colo uterino e testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites.

A roda de conversa sobre reuniu mais de 40 mulheres

“Homenageamos as mulheres de Manaus mostrando a importância de que sejam incorporadas à rotina delas ações de prevenção e luta permanente pelos direitos femininos, com ênfase naqueles que têm forte impacto na saúde física e psicológica, como a violência doméstica”, explicou o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

O secretário destacou que em todos os distritos de saúde uma ou mais unidades realizaram atividades especiais para assegurar que as moradoras de todas as zonas geográficas da capital, inclusive da zona rural, fossem contempladas.

Apenas na UBS Armando Mendes, a média de atendimentos subiu de 150 para 180 mulheres por dia. A assistente social da unidade, Sandra Leite, informou que o público dessa UBS é, na sua maioria, formado por mulheres. “Nós nos programamos para atender um número ainda maior delas, além das que nos procuram regularmente e o resultado foi muito bom”.

Acompanhada do marido, Maik Oliveira, a dona de casa Janny Souza fez todo o pré-natal na UBS Armando Mendes. Nesta sexta, ela levou o pequeno Max Leone para a primeira consulta. Ele nasceu há dez dias, com 3,270 kg. “A atenção dada a mim e ao meu filho durante a gravidez foi fundamental para que ele nascesse saudável”, disse Janny.

“Aqui nós também orientamos sobre a utilização correta de programas como o Bolsa Família, o Leite do Meu Filho, além de estimularmos o planejamento familiar. Nestes casos, o público é noventa e nove por cento de mulheres”, completou a assistente social Sandra Leite.
Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir