Dia a dia

Semsa confirma mais um caso de microcefalia relacionado ao zika vírus

 bebê, ao nascer no início de setembro, em uma maternidade pública, apresentou o exame de ultrassonografia transfontanela com alterações compatíveis com microcefalia - foto: reprodução

bebê, ao nascer no início de setembro, em uma maternidade pública, apresentou o exame de ultrassonografia transfontanela com alterações compatíveis com microcefalia – foto: reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) confirmou nesta quarta-feira (14), com o fechamento do 58º Informe Epidemiológico, o segundo caso de microcefalia relacionado ao zika vírus em Manaus. O bebê, ao nascer no início de setembro, em uma maternidade pública, apresentou o exame de ultrassonografia transfontanela com alterações compatíveis com microcefalia.

De acordo com a gerente do Centro de Informações Estratégica e Vigilância em Saúde (CIEVS), Marinelia Martins Ferreira, a mãe, residente na zona Leste da capital, havia apresentado sintomas durante o primeiro trimestre de gestação e teve resultado positivo no exame de PCR, procedimento que descarta ou confirma o vírus.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, informou que a criança terá acompanhamento sistemático em um dos Ambulatórios de Segmento de Cuidados Especiais implantados pela Semsa em nove Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para prestar assistência médica, laboratorial, social e psicológica a prematuros e bebês com problemas de saúde de alto risco.

“Vamos oferecer a assistência necessária a essa criança e, no plano da prevenção, vamos continuar trabalhando, sem descanso e em parceria com a população, para evitar a proliferação do Aedes aegypti e reduzir os riscos de infecção por zika e suas consequências, como a microcefalia”, disse Homero.

O Informe Epidemiológico da Semsa informa também que, dos 26 casos notificados de microcefalia, seis já receberam confirmação que não têm relação com a doença, oito foram descartados e dez continuam em investigação.

Desde dezembro de 2015, quando as notificações de infecção por zika vírus tiveram início, a Semsa já confirmou 3.201 casos, sendo 433 em grávidas. Permanecem em investigação 121 casos, sendo 56 em gestantes. Até o momento, a Secretaria descartou 2.441 mil casos da doença.

No mesmo período, 5.284 denúncias sobre focos do mosquito Aedes aegypti foram recebidas pela Semsa, por meio do Disque-Saúde. Foram capacitadas 9.283 pessoas, distribuídas em 2.118 Brigadas de Combate ao Aedes. As Brigadas atuam semanalmente em repartições públicas e privadas, realizando a vistoria baseada em uma checklist que verifica possíveis criadouros, eliminando a água parada nesses espaços.

A Visa Manaus realizou até o momento 1.668 inspeções em locais de alto risco para a proliferação do mosquito e efetuou 112 autuações a proprietários de terrenos e edificações.

Com informações da assessoria

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir