Dia a dia

Semed reforça ações para combater o mosquito Aedes aegypti nas escolas municipais

A Semed vai envolver todos os professores, gestores e estudantes em atividades específicas para a prevenção do mosquito – foto: divulgação

A Semed vai envolver todos os professores, gestores e estudantes em atividades específicas para a prevenção do mosquito – foto: divulgação

Uma série de medidas está sendo implantada na rede municipal de educação para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) pretende envolver e sensibilizar todos os professores, gestores, estudantes em atividades socioeducativas e específicas para a prevenção do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e do zika vírus, que está relacionado à incidência de casos de microcefalia.

Para começar o plano de ação, a Semed fará uma mobilização com gestores da rede municipal de ensino, na próxima segunda feira (15), com objetivo de repassar orientações sobre as doenças causadas pelo Aedes Aegypti e sobre o dia ‘D’ de mobilização nas escolas que acontecerá em todas as unidades de ensino no dia 19 fevereiro. Neste dia, as unidades farão atividades extracurriculares, simultaneamente, voltadas ao combate e a eliminação dos criadouros do mosquito de forma lúdica e pedagógica.

Além disso, será apresentado para os educadores cartas do próprio ministro da Educação, Aloízio Mercadante, destacando os desafios e o que deverá ser feito para combater a proliferação deste mosquito.

A ação, de caráter educativo, acontecerá, em âmbito nacional e faz parte da Campanha Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, lançada pelo Ministério da Educação (MEC), no início do mês de fevereiro. Na educação municipal, os trabalhos serão coordenados pela Gerência de Atividades Complementares e Programas e Especiais (Gacpe).

De acordo com a gerente do Gacpe, Dircélia Ortiz, no dia 15 será apresentado o plano de ação traçado pela secretaria para o ano de 2016. “A partir daí as escolas manterão ações educativas e estratégias para apresentar aos alunos meios para evitar o criadouro e possíveis focos do mosquito”, ressaltou.

A gerente enfatizou, ainda, que objetivo da secretaria é criar um mecanismo permanente de prevenção na sede do órgão e nas escolas pertencentes à secretaria. Segundo ela, hoje, um servidor de cada setor participará de capacitação na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na zona Centro-Sul, para aprender métodos de acompanhamento e de controle de ações eficazes contra focos do mosquito.

“Em seguida, a formação será direcionada as escolas. O objetivo é criar um mecanismo simples e prático de controle e prevenção que deverá ser feito durante todo o ano. Ao lugar verificado, daremos o nome de brigada e a pessoa capacitada por fazer o acompanhamento de brigadista”, explicou.

Além da verificação constante nas escolas pelos brigadistas, a secretaria trabalhará com ações específicas como palestras, formações, momentos de debates e discussões sobre o enfrentamento contra o mosquito.

Com informações da assessoria

1 Comment

1 Comment

  1. José

    12 de fevereiro de 2016 at 11:30

    Chamem os agentes novamente. As crianças são mais conscientes q os adultos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir