Dia a dia

Semed reforça ações de combate ao abandono escolar

A nova ferramenta será importante no combate ao abandono escolar – Alexandre Abreu/Semed

O combate ao abandono escolar ganhará mais uma ferramenta para apoio as ações na rede municipal. Trata-se de um reforço, com novos comandos, no Sistema Integrado de Gestão (Sigeam), ferramenta que auxiliará o trabalho dos Centros Municipais de Atendimento Sociopedagógico (Cemasps). Com a inserção no Sigeam, as escolas não precisarão mais preencher manualmente as Fichas de Comunicação do Aluno Infrequente (Ficai) e ir aos Cemasps entregar o documento. Todo o processo poderá ser feito pelo próprio Sigeam, reduzindo o tempo entre chamada e atendimento, bem como reduzindo o gasto de papel.

As novas funções implementadas no sistema visam reduzir o tempo entre as solicitações das escolas e tornar possíveis uma análise quantitativo-qualitativa de alguns dos problemas que as escolas enfrentam em relação à frequência dos alunos, dificuldade de aprendizagem e problemas comportamentais.

Além disso, o sistema também produzirá um mapa com a necessidade de atendimento e mostrará os dados agrupados das Divisões Distritais Zonais (DDZs), facilitando a elaboração de uma estratégia de atendimento.

Para que os dados ajudem a desenvolver um trabalho de maior qualidade, será necessário que as escolas alimentem o sistema constantemente, inclusive, com a atualização regular dos dados dos alunos. Para tal, os gestores das unidades de ensino da Semed passarão por treinamento.

A intenção é iniciar a formação dos gestores no Sigeam nas próximas semanas para que o uso da ferramenta seja iniciado no retorno do recesso escolar.

A chefe da Divisão de Apoio a Gestão Escolar (Dage), Jussara Ribeiro, ressaltou que essa nova ferramenta será importante no combate ao abandono escolar. “Agora, o trabalho vai ser feito com mais celeridade, garantindo um atendimento mais hábil. A escola digitaliza as informações, reduz os custos com impressão e o acesso ao histórico de alunos também fica mais rápido”, explicou.

Essa ação faz parte da estratégia da secretaria para garantir educação básica de qualidade aos alunos. Segundo a secretária da Semed, Katia Schweickardt, paralelo a esse trabalho que dá mais agilidade aos Cemasps, é fundamental fomentar a consciência dos pais ou responsáveis de que a participação da família é importante para que o processo de ensino e aprendizagem seja efetivo.

“Tudo que estamos tentando fazer é melhorar os meios para cumprir a nossa missão de garantir uma educação básica de qualidade, o acesso, a inclusão e, sobretudo, a permanência dos nossos alunos. Isso não significa apenas ele vir para a nossa escola de qualquer maneira, mas vir em condições de aprender, ter seus problemas familiares equacionados, ser uma criança que tenha disposição para a vida”, finalizou a secretária.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir