Esportes

Sem o Gilbertão, Princesa duela com Fast na Colina

Atacantes Léo Paraíba e Charles são promessas de bola na rede no confronto de logo mais – foto: Diego Janatã

Atacantes Léo Paraíba e Charles são promessas de bola na rede no confronto de logo mais – foto: Diego Janatã

Agora não pode falhar. Princesa do Solimões e Fast se enfrentam na tarde deste sábado (30), às 15h, no estádio da Colina pela primeira partida da semifinal do Campeonato Amazonense 2015. Nos dois primeiros confrontos realizados na durante a fase classificatória da competição, o Tubarão do Norte se deu melhor sobre o Rolo Compressor. Apesar do retrospecto favorável, o time comandado pelo técnico Zé Marco prega a tática do pé no chão para não ser surpreendido.

Segundo o atacante Léo Paraíba, pelo investimento feito para a competição e melhor campanha durante a fase de classificação, o Fast é favorito para o confronto de logo mais, porém, o elenco do Princesa sabe de sua qualidade e vai buscar a vitória até o último minuto.

“A preparação foi boa nesta semana. Descansamos bem para o confronto contra o Fast. Sabemos que eles têm uma boa equipe, então, temos que ter cautela. Eles têm a vantagem do empate e são favoritos para o confronto. O professor (Zé Marco) conversou bastante sobre isso e sabemos da nossa capacidade. Vamos em busca da vitória”, citou o atacante, que está sendo cogitado no Remo-PA após o final do Barezão.

Pelo lado do Fast, o consenso geral entre os jogadores é que o time não pode mais falhar. Para o volante Roberto Dinamite, um dos destaques do time na competição, a palavra chave para o confronto é atenção.

“Sabemos que agora é a semifinal. Os jogos são importantes. Não podemos mais errar como aconteceu nos primeiros dois jogos contra o Princesa onde sofremos derrotas. Então, tenho certeza que será um jogo difícil. Precisamos ter muita atenção”, afirmou o camisa 8 da equipe comandada pelo técnico João Carlos Cavalo.

Um ponto que eleva a confiança da torcida fastiana é a boa fase que o time está vivendo na competição. O Tricolor não sabe o que é perder há cinco jogos. Entre essas vitórias, está uma sobre o Nacional. Dinamite afirmou que essa sequência só comprova que o time tem condições de ser campeão amazonense.

Por Thiago Fernando (equipe Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir