País

Selecionado para Fies do 2° semestre deve concluir inscrição até esta quinta

Os estudantes pré-selecionados para segunda edição do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) têm até esta quinta-feira (21) para concluir a inscrição no sistema eletrônico SisFies (http://sisfiesaluno.mec.gov.br/seguranca/principal). O resultado dos pré-selecionados pode ser conferido no site do Fies (http://fiesselecao.mec.gov.br/).

Após concluir a inscrição no SisFies, os estudantes devem validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento da instituição de ensino superior para a qual foi selecionado e, depois, formalizar o contrato de financiamento em alguma agência bancária da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil.

Os candidatos que ficaram na listra de espera devem ficar atentos a divulgação dos nomes, caso haja disponibilidade de vagas, e concluir a inscrição no SisFies no prazo de cinco dias úteis a partir da publicação.

Para segunda edição do Fies 2016, o MEC (Ministério da Educação) ofertou 75 mil vagas -cerca de 294 mil pessoas se inscreveram para essa seleção.

A novidade desta edição é a ampliação da renda mensal bruta per capita de 2,5 para 3 salários mínimos, ou seja, de R$ 2.200 para R$ 2.640, para ter acesso às bolsas do programa. Com essa mudança, o MEC adiou o início da inscrição do dia 1° de julho para o último dia 15, para fazer ajustes no cálculo do sistema.

No dia do anúncio da nova faixa, o ministro Mendonça Filho (Educação) ressaltou que o objetivo da iniciativa era ampliar o acesso às bolsas de estudos para famílias que também faziam parte do perfil do programa federal, mas que não eram atendidas.

Além de cumprir o critério de renda, puderam se inscrever os candidatos que não tinham concluído o ensino superior, mas que tiveram média acima de 450 pontos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a partir da edição do exame de 2010, e nota superior a zero na redação.

Fies 2017
O Ministério da Educação também anunciou que pretende fazer uma “ampla revisão” do Fies para 2017. Segundo o ministro, a reformulação deve permitir a ampliação dos contratos, com número superior ao ofertado em novos financiamentos neste ano, ou seja, maior que 220 mil. O total de novos contratos não foi informado. A previsão é que o novo modelo seja anunciado em até oito meses.

“Estamos já construindo esse novo Fies, um Fies turbo, ampliado, para termos mais vagas”, disse. “Como concebido anteriormente e no formato tradicional o Fies não tem vida longa. Só se for sustentável”, completa Mendonça Filho.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir