Esportes

Seleção Amazonense de Wrestling conquista 13 medalhas no Campeonato Brasileiro

Pelo segundo ano consecutivo a Seleção Amazonense foi destaque no evento – Divulgação

O Amazonas continua sendo destaque na luta de chão. Desta vez a seleção amazonense de Wrestling manteve a hegemonia nas principais categorias do Campeonato Brasileiro Sênior da modalidade. Pelo segundo ano consecutivo, o grupo formado por 13 atletas voltou com a bagagem mais pesada por conta das 13 medalhas obtidas na competição e os troféus de terceiro lugar por equipes na luta feminina e de campeão por equipes no estilo livre masculino. O Brasileiro foi realizado neste último final de semana, no Rio de Janeiro.

Com o apoio do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), os atletas arregimentaram cinco medalhas de ouro, duas de prata e seis de bronze. A conquista vinda sob os incansáveis treinos diários realizados na Vila Olímpica de Manaus, sob supervisão dos treinadores Valdeci Silva e do cubano Dagoberto Arbolaez, motiva ainda mais o grupo.

“É o segundo ano firmando o favoritismo da seleção em competições nacionais. Agora, temos que continuar trabalhando mais forte ainda. Com certeza, essa seleção que está aí vai continuar ganhando por um bom tempo, mas não podemos parar. Temos que nos focar e trabalhar a renovação. O tempo passa para todo mundo e não podemos ficar para trás”, explicou o treinador e presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva e Olímpica (Falle), Valdeci Silva, feliz com a excelente fase da modalidade.

“É o melhor momento do Amazonas em todos os tempos. Ser campeão brasileiro por equipes, em 2016 e 2017, e deixar Rio de Janeiro e São Paulo para trás mostra que passamos de coadjuvante para atores principais da festa”, comemorou.

Crescendo

A conquista amazonense na luta mais antiga da história do esporte veio com um verdadeiro show de qualidade técnica. Os atletas conseguiram elevar o nível nos confrontos e os estreantes mostraram um bom crescimento no rendimento.

“Em algumas categorias estamos sendo superiores. Nossas duas meninas que foram campeãs, a Andria (58 kg) e a Brenda (60kg), mostraram um nível técnico acima da média no Brasil. Algumas categorias no masculino também. Nossa seleção é um pouco jovem ainda, alguns que foram vice-campeões, no caso o Daniel, faltou um pouco mais de experiência. Ele é um garoto novo com 19 anos e ano que vem vai estar lutando na categoria sênior, e breve vamos conseguir mais medalhas de ouro”, contou.

De olho no Pan e nas Olimpíadas

Com a hegemonia mantida, agora os treinamentos se voltam para as competições locais e o Pan-Americano Sênior, em São José, Santa Catarina, no mês de maio. A meta da Falle é colocar um atleta do Amazonas nas Olimpíadas.

“Vamos focar no Campeonato Amazonense para formar a seleção cadete e juniores e vamos focar no treinamento do pessoal para o Pan-Americano. Vamos continuar trabalhando forte para os jogos Sul-Americanos e a Olimpíada de Tóquio. Temos muita chance de colocar o Amazonas nos jogos Olímpicos”, destacou Valdeci.

Os atletas voltam a treinar na manhã desta terça-feira, dia 14, a partir das 11h, na área de lutas da Vila Olímpica de Manaus.

Com informações da assessoria

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top