País

Seis em cada dez passagens aéreas no país em 2014 custaram até R$ 300

Seis em cada dez passagens aéreas no país (59,61%) custaram até R$ 300 por trecho em 2014, segundo relatório divulgado nesta terça-feira (11) pela Agência Nacional de Aviação (Anac).

Esse percentual tem se mantido estável – em 2013, 58,9% dos bilhetes foram vendidos por até R$ 300. Em 2011, foram 56,55%.

Em média, a passagem aérea em 2014 ficou 5% menor do que a do ano anterior – R$ 347,65 contra R$ 330,25, já considerada a inflação do período.

Segundo a Anac, por trás da queda está a desaceleração da economia, que empurra a demanda para baixo; em reação, o preço também cai.

O documento se baseia em todas as passagens vendidas no Brasil no ano, algo como 53,5 milhões de bilhetes vendidos para adultos em 8.000 voos.

A agência também mediu o valor dos bilhetes para a Copa do Mundo, entre junho e julho do ano passado. Na ocasião, 63% dos bilhetes custaram até R$ 300.

A ocupação foi de 80,46% nos voos domésticos e 81,78% nos internacionais, superior ao mesmo período de 2013.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir