Sem categoria

Segundo IBGE, Amazonas registra pior desempenho no setor de serviços

O setor de serviços apresentou retração devido ao fraco desempenho da indústria e do comércio – foto: arquivo EM TEMPO

O setor de serviços apresentou retração devido ao fraco desempenho da indústria e do comércio – foto: arquivo EM TEMPO

No Amazonas, o setor de serviços fechou o mês de maio com uma queda de 8,6%, a maior registrada em comparação a maio do ano passado. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), este foi o resultado apontado pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quinta-feira (16), que apresenta a capital amazonense com o pior índice de todas as capitais brasileiras.

Ainda conforme a pesquisa, esta queda é decorrente desde janeiro de 2012 e tomou maior proporção no início deste ano. O setor de serviços apresentou retração devido ao fraco desempenho da indústria e do comércio.

Segundo o IBGE, a média nacional deste ano é de 1,1%. No acumulado dos últimos 12 meses, o Amazonas ainda apresenta média inferior (1,6%) à média nacional (3,8%).

Além do Amazonas, outros Estados brasileiros também registraram retração no setor de serviços: Maranhão (-4,9%), Espírito Santo (-4,1%), Distrito Federal (-3,3%), Goiás (-3,1%), Sergipe (-2,7%), Acre (-2,6%), Mato Grosso (-2,3%), Rio Grande do Norte (-1,6%), Minas Gerais (-1,1%) e Paraná (-0,6%).

Variações positivas

O setor de serviços registrou, em comparação ao mês anterior, maiores variações positivas nas capitais Rondônia (12,9%), Bahia (6,5%) e Pará (6,4%). As menores variações positivas foram apontadas no Piauí (0,5%), Santa Catarina e Rio de Janeiro (0,3%) e Rio Grande do Sul (0,2%).

Por Equipe EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir