Política

Se Dilma for derrotada no Senado, PT vai defender diretas já nas ruas, diz ex-ministro

Ex-ministro da presidente afastada Dilma Rousseff e militante do PT, Miguel Rossetto disse nesta segunda-feira (29), após o discurso em que a petista fez sua defesa no processo de impeachment que, “se o golpe passar”, “no dia seguinte”, seu partido e dirigentes de movimentos sociais vão iniciar uma mobilização pedindo eleições ‘Diretas já!”.

Rossetto disse ter “certeza” que a população não vai se conformar com o que chama de “um governo usurpador e ilegítimo, com uma agenda regressiva”, capitaneado pelo hoje presidente interino, Michel Temer.

Ele nega haver uma espécie de “fadiga” com as disputas entre PT e PMDB. “Até os vulcões adormecem”, avaliou. Para ele, a agenda do ajuste pregada por Temer levará a uma reação popular contra o peemedebista tão logo o processo de impeachment termine.

Rossetto, que está no plenário do Senado acompanhando a defesa pessoal que Dilma faz de seu mandato, disse que o discurso da petista foi “histórico” e que as perguntas feitas pelos senadores revelam que “inexiste qualquer elemento técnico para embasar o impeachment”.

Além de Rossetto, outros ex-ministros de Dilma, como Nelson Barbosa (Fazenda) e Aloizio Mercadante (Educação), acompanham a fala da petista no plenário.

Por Folhapress

1 Comment

1 Comment

  1. APJr

    29 de agosto de 2016 at 16:14

    Ninguém se engane, as doutrinas de esquerda usam as democracias, mas não são democráticas: QUEM É COMUNISTA, OU SOCIALISTA, NÃO É DEMOCRATA !! Não há exemplo na história humana, de partido ou dirigente que, sendo socialista, tenha agido democraticamente. As ideologias de fundamentação marxista violentam o indivíduo e, na prática, invariavelmente descambam para ditaduras genocidas, como na URSS, China, Coréia do Norte, Alemanha Oriental, Camboja, Laos, Cuba, Venezuela, etc.; onde assassinaram mais de cem milhões de pessoas, muitas delas de fome. A CONVIVÊNCIA ENTRE SOCIALISMO E DEMOCRACIA É HISTORICAMENTE IMPOSSÍVEL, e o Brasil precisa decidir se é uma nação democrática, ou, se como desejam os nossos partidos de esquerda – PT, PSOL, PCB, PC do B – é socialista. Se a opção for pela democracia, necessitamos urgentemente de duas coisas: Livrarmo-nos desses vermelhinhos todos e fazermos uma radical desPTização do país !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir