Política

Sassá é candidato à presidente municipal do PT

A inscrição do candidato ocorreu na sede da sigla e contou com a participação de militantes e do deputado estadual, Sinésio Campo (PT) – Fotos: Diogo Dias

O vereador Cícero Custódio Da Silva, o “Sassá da Construção Civil” (PT), se candidatou na manhã desta quinta-feira (23) à presidência municipal do Partido dos Trabalhadores (PT). A sua candidatura faz parte da corrente ‘Renovação Unidades na Luta’ para o Processo Eleitoral Direto (PED), que definirá as novas lideranças municipais e estaduais do partido. A inscrição do candidato ocorreu na sede da sigla e contou com a participação de militantes e do deputado estadual, Sinésio Campo (PT).

A eleição interna do PT acontecerá em todo o país. Segundo informações do diretório municipal do PT, todos os militantes que pretendem concorrer às eleições para presidência municipal do partido terão até o dia 6 de abril para se inscreverem. As eleições’vão ocorrer no dia 9 do referido mês.

Até a data de hoje, somente Sassá mostrou interesse em concorrer. Em Manaus, o PT é composto por 16 mil filiados. O movimento responde por 51% dos filiados do diretório municipal e 40% do estadual, o que representa 26 mil associados no Estado. Poderão votar todos os que vêm mantendo em dia as contribuições para o partido.

Durante a oficialização da sua candidatura, Sassá recebeu apoio do deputado estadual Sinésio Campos, do movimento do PT e da juventude. De acordo com o deputado, o PT precisa ser repaginado e ter um olhar “mais de massa” e, segundo ele, Cícero tem esse perfil.

“É alguém que tem uma origem simples e que tem uma relação muito próxima da população. O PT passou, nesses últimos anos, sendo um partido muito burocrático, de quadros e que, muitas das vezes, o sentido que é estar nas ruas lutando, foi perdido. Eu nunca tive filiação em outro partido e estou vendo no Sassá esta capacidade”, disse Sinésio.

De acordo com o Sassá o partido não pode mudar a “cara”. “Somos um partido que defende o interesse dos trabalhadores e do povo em geral, que não tem preconceito”, falou o vereador, ressaltando que é nesse aspecto que ele se colocou como candidato.

“Precisamos tirar a mau imagem do partido por conta dos escândalos. Eu fui convidado para ser candidato e para mostrar que o partido que não se esconde com ninguém. Estou aqui para mudar”.

Diogo Dias
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir